ACP e OAB-PR entregam proposta sobre o Brasil que Queremos

Os presidentes da Associação Comercial do Paraná (ACP), Edson Ramon, e da seccional Paraná da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/PR), José Lúcio Glomb, entregaram, ontem (05/11), um documento ao presidente da OAB/Brasil, Ophir Cavalcante, propondo a criação do movimento O Brasil que Queremos, durante almoço, na sede da ACP.

Ramon explicou a iniciativa como primordial para o desenvolvimento sustentável da Nação. “O O homem só é pleno quando tem seus direitos e valores respeitados e queremos que questões como ética, moral e honestidade sejam encaradas como devem ser, como algo natural”, disse. Cavalcante, presidente da OAB, afirmou que hoje a ética é a pauta da discussão de nove em cada dez cidadãos brasileiros. “Isso representa um grande avanço”. Ele exemplificou o caso da Ficha Limpa e ressaltou que ainda há muito o que avançar. “Essa proposta vem de encontro com aquilo que a OAB sempre defendeu. O empresário brasileiro está preocupado em ter uma gestão pública e séria. Ninguém ganha com a corrupção. Pode ter a certeza de que estaremos juntos nessa luta”, afirmou. Cavalcante disse que levará a proposta para discussão no Conselho Federal da OAB.

O presidente da seccional da OAB-PR, José Lúcio Glomb, reafirmou em seu discurso a importância de não deixar de agraciar esse movimento que preza pela ética, moral, transparência e decência. “Esta iniciativa da ACP não é uma exceção, mas uma tradição comum à esta entidade de 120 anos, de lutar sempre pela ética e pela moral”.