ACP lança Movimento Pró-UFPR

O lançamento do Movimento Pró-UFPR, de iniciativa da Associação Comercial do Paraná (ACP), por meio do programa Centro Vivo, nesta sexta-feira (18.02), marcou o início da parceria entre os meios empresarial, acadêmico e social, visando mobilizar a comunidade no trabalho de revitalização do prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR), na Praça Santos Andrade.

 O lançamento foi realizado durante reunião/almoço, na sede da entidade, com as presenças, entre outros, de Edson Ramon, presidente da ACP, Zaki Akel, reitor da UFPR, e Sinval Zaidan Lobato Machado, vice-presidente da ACP.

O Movimento é uma associação, sem fins lucrativos, de alunos, ex-alunos, colaboradores, ex-colaboradores, professores, ex-professores, aposentados e amigos, entre outros.

Ele terá como coordenadora executiva Maria Eliza Ferraz Paciornick, empossada durante o evento.

Maria Eliza, que esteve à frente da Associação Amigos do Hospital das Clínicas, ressaltou a importância da ação e se disse bastante orgulhosa de sua função, uma vez que se formou na UFPR, em Direito, e recentemente voltou aos bancos da universidade para cursar Filosofia.

“Estarei sempre disponível às sugestões e contribuições da comunidade, porque entendo que a sociedade se tece em uma teia de relações e, quanto mais cabeças pensantes, mais forte é esse tecido”, disse.

“É um sonho que começou com Zaki Akel e que logo se transformou no sonho da ACP. Pretendemos que se torne em um sonho de toda a comunidade”, disse o presidente da ACP, Edson Ramon.

Ele ressaltou ainda que a obra ajudará a revitalizar um prédio símbolo de Curitiba e do Paraná, uma vez que em dezembro de 2012, a UFPR completará 100 anos.

“Ele abrigou a primeira universidade do Brasil e, por isso, a importância de preservar esse prédio que faz parte de nossa história é muito grande”, disse, complementando: “A ACP não medirá esforços para realizar este sonho com toda a comunidade”.

O vice-presidente da ACP, Sinval Zaidan Lobato Machado, destacou, durante a apresentação do Movimento, que o projeto de revitalização do prédio histórico da UFPR é uma etapa para a implementação do Corredor Cultural.

O termo é um conceito que prevê a recuperação e reforma dos espaços históricos da região central com vistas a concentrar diversas área do saber e sua produção em um espaço único no Centro da cidade. Integram esse Corredor Cultural o Teatro Guaíra, o Teatro da Reitoria, a Capela Santa Maria e o Passo a Liberdade, na Praça Generoso Marques.

O reitor da UFPR, Zaki Akel, frisou “a parceria de primeira hora da ACP. É uma atenção e um suporte que tem sido legitima de uma instituição desse porte e também centenária”.

Akel relembrou os primeiros esforços voltados à recuperação do prédio, ainda na gestão anterior à dele, a partir da ideia da arquiteta da UFPR Maria Luiza Marques Dias, que já previa o resgate do prédio como espaço do ponto de vista histórico e cultural, para ser devolvido à comunidade.

O reitor citou a parceria com a Prefeitura, que designou o arquiteto Fernando Popp para trabalhar no projeto de revitalização do prédio, prevendo as atividades comemorativas aos 100 anos da UFPR, comemorados em 19 de dezembro de 2012.

Embora não exista uma data especifica, Akel disse que o grupo trabalha com o objetivo de que o prédio possa ser devolvido à comunidade no seu aniversário.

“A ideia é que a universidade seja gerida pelo seu verdadeiro dono que é o povo do Paraná”.

Créditos: Felipe Rosa

Créditos: Felipe Rosa Créditos: Felipe Rosa Créditos: Felipe Rosa Créditos: Felipe Rosa Créditos: Felipe Rosa