ACP recebe Comitiva de Toronto

Prefeitos e executivos canadenses visitam o Paraná

A Associação Comercial do Paraná (ACP) recebeu, na sexta-feira (16), para café da manhã, uma delegação integrada por prefeitos municipais, administradores e executivos da Grande Toronto, no Canadá. A delegação foi recepcionada pelos vice-presidentes da casa, Carlos Eduardo Guimarães e Odone Fortes Martins, este último também coordenador do Conselho de Comércio Exterior (Concex) da entidade. Participaram do encontro diretores e conselheiros da instituição, membros do corpo consular, além de estudantes de Relações Internacionais da Faculdade de Educação Superior do Paraná (Fesp).

Guimarães reiterou que a ACP está diretamente envolvida “no processo de internacionalização da economia paranaense e, por esse motivo vê com grande interesse a formação de parcerias estratégicas em áreas importantes para o desenvolvimento”.

A comitiva canadense, que fez contatos com vários representantes do ambiente de negócios do Paraná, especialmente na área de tecnologia da informação, estava liderada por Hazel McCullion, prefeita da cidade de Missiauga, a mais importante de Toronto, região que qualificou “como a locomotiva do Canadá”. Hazel está no cargo há 32 anos e na última reeleição obteve 98% dos votos.

Segundo ela, o Canadá tem instituições financeiras bem estruturadas e sérias, lembrando que “da mesma forma que o Brasil, esse foi o fator preponderante para o país contornar as recentes crises econômicas”. O país tem uma economia forte, indústria diversificada e extraordinário avanço nas áreas de telecomunicações, tecnologia da informação e biotecnologia, entre outras.

A prefeita afirmou que esta vinda ao Paraná é resultado da orientação do governo chefiado pelo primeiro-ministro Stephen Harper que esteve recentemente no Brasil, a fim de incentivar a formação de novas parcerias de cooperação. “O Canadá já tem inúmeras associações bilaterais com a China, Índia e Japão, mas agora está voltado para o Brasil, cujo crescimento econômico é exemplo de sucesso e, por isso, atrai a atenção do mundo”, comentou.

Hazel assinalou as semelhanças existentes entre o Brasil e o Canadá, concluindo que a mensagem mais objetiva da delegação é: “Queremos fazer negócios com vocês”.