Adiada votação do projeto de entrega agendada

O presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Edson José Ramon, disse hoje (27) que a entidade está acompanhando com preocupação o processo de votação do projeto de lei apresentado pelo vereador Caíque Ferrante, estabelecendo a obrigatoriedade do agendamento entregas de bens adquiridos pelos consumidores na rede comercial. Segundo o projeto que já está em redação final e cuja votação constava da ordem do dia desta segunda-feira, mas acabou sendo adiada por motivo de viagem do autor, os turnos de entrega serão divididos em manhã, tarde e noite. Mesmo ressalvando os direitos do consumidor, o presidente Edson José Ramon chamou a atenção para dificuldades que o projeto poderá acarretar sobre a rede de comércio, especialmente no setor de bens de consumo durável, ocasionando gargalos que poderão resultar em perdas, inclusive para os consumidores. Ramon enfatizou a preocupação da entidade, afirmando que o tema merece maior reflexão, aproveitando-se para tanto o período de adiamento por cinco sessões plenárias do citado projeto, a fim de evitar prejuízos para o comércio da cidade, como para assegurar o legítimo direito dos consumidores.