Convênio possibilitará melhorias nos bairros de Curitiba

A intenção é fortalecer os comércios de bairro e melhorar a vida dos moradores.

Uma parceria que visa melhorar as condições dos bairros de Curitiba foi firmada, na noite da última terça-feira (5), entre o Conselho de Bairros do Comércio Vivo, Centro Vivo da Associação Comercial do Paraná (ACP) e o Sindicato dos Arquitetos do Estado do Paraná (SINDARQ). O convênio prevê o desenvolvimento de projetos urbanísticos nesses locais, principalmente no que diz respeito à mobilidade urbana e ao turismo. 

O evento reuniu representantes da iniciativa privada e do poder púbico da cidade, além de líderes das associações comerciais dos bairros da capital. Jean Michel Galiano, coordenador geral do Conselho de Bairros do Comércio Vivo da ACP, ressaltou a importância da parceria no atendimento aos anseios dos pequenos comerciantes. “O intuito é estimular o fortalecimento das atividades comerciais nos bairros, além de melhorar diretamente a vida de quem reside ou passa por eles. Vamos unir a comunidade empresarial e as associações de bairro em prol da realização desses projetos”, afirmou. Segundo ele, os lojistas poderão solicitar desde a construção de calçadas e pavimentação de ruas, até a  criação de estacionamentos.

Galiano reiterou, ainda, que cada bairro já conta com uma associação independente funcionando bem e que a ACP funcionará apenas como catalisadora dessas necessidades comerciais. “Entendemos que os órgãos públicos não têm conseguido atender as demandas de toda a cidade e, por isso, de forma parceira com o SINDARQ, vamos viabilizar a realização desses projetos menores, porém, significativos”, acrescentou.

Já a presidente do sindicato, Ana Carmen de Oliveira, reiterou a possibilidade de, com a parceria, aproximar os arquitetos dos comerciantes da cidade. Segundo ela, “de modo geral, os profissionais da classe são considerados ‘funcionários da elite’, e muitos deixam de procurá-los por acreditar que os honorários são muito caros. O que não é verdade”, afirmou. Para ela, o convênio também viabilizará a realização de obras que, além da estética, estarão comprometidas com as necessidades de quem mais entende dos bairros, seus moradores.

Também presente no evento, o presidente em exercício da ACP, Sinval Lobato Machado, sugeriu a integração das associações comerciais dos bairros de Curitiba ao Conselho de Segurança da entidade (Conseg), na intenção de somar esforços em defesa dos pequenos empresários e sociedade civil, de modo geral. Ele defendeu, inclusive, que uma das primeiras lutas seja contra as pichações, que degradam qualquer edificação por mais bela que seja.

Machado lembrou, ainda, das bandeiras defendidas pela ACP para defender os interesses comunitários. De acordo com ele, será realizada, por exemplo, no próximo dia 12, uma reunião para estabelecer uma posição única da classe comercial curitibana em relação à prorrogação dos contratos de pedágio do Paraná. “O encontro servirá como fomento para as entidades da sociedade civil contra os abusos cometidos nas estradas”, afirmou.

Os Conselhos

O Conselho de Bairros do Comércio Vivo e o Conselho do Centro Vivo são iniciativas da ACP e foram criados para garantir o contínuo desenvolvimento, estimulo e fortalecimento das reivindicações e atividades comerciais nos bairros de Curitiba. Todos os esforços estão direcionados à transformação da região Central e bairros da cidade em um ambiente integrado, mais seguro e com um mix de produtos e serviços.

Créditos: Felipe Rosa 

Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa 

Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa 

Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa 

Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa