Curitiba é a primeira capital a receber o selo “Gás+Seguro Premiado”

Evento inaugura na capital projeto que visa diminuir a ilegalidade no setor de revendas de GLP

Nesta terça-feira (13), a Associação Nacional de Entidades Representativas de Revendedores de Gás Liquefeito e Petróleo (FERGAS), lançou em Curitiba o projeto “Gás + Seguro Premiado”, que vai oferecer aos consumidores de gás de botijão (GLP) um seguro de compra.  O evento foi realizado em parceria com a Fecombustíveis, Agência Nacional do Petróleo, Gás Legal, Sinregás-PR e Associação Comercial do Paraná.

O seguro será uma garantia para o cliente em caso, por exemplo, de o botijão explodir na residência. Durante trinta dias esse seguro fica disponível, no valor de R$ 3 mil. Esse período foi fixado de acordo com a média de duração de um botijão. Para o presidente da FERGAS, Álvaro Chagas, esse é o primeiro passo para o consumidor entender quem é o bom revendedor e quem não é. Somente revendedores devidamente legalizados poderão adquirir o selo para comercializá-lo.

Além do seguro, o projeto prevê uma atração para o cliente. Junto com a apólice está uma raspadinha, que concederá um prêmio de R$ 1 mil para o consumidor. O número será sorteado no primeiro sábado de cada mês pela Loteria Federal. Os revendedores e entregadores também serão contemplados, cada um com o mesmo valor. Para participar é necessário se cadastrar no site (www.fergas.com.br). O consumidor pode ser contemplado no mês seguinte à aquisição do gás.

Curitiba é a primeira capital a ter o selo, Porto Alegre será a segunda, ambas escolhidas por possuírem um consumidor exigente. Na cidade e Região Metropolitana a distribuição do “Gás + Seguro Premiado” pretende atingir 100 mil residências, em um mês. Esse seguro não é cobrado, apenas acompanhará o gás. “É um grande passo para um comércio mais justo”, segundo o presidente da Sinregás-PR, José Luiz Rocha. A principal meta da iniciativa é diminuir a procura pelos postos ilegais de revenda.