Ducci encerra série de encontros com candidatos a prefeito

O candidato a reeleição pela coligação liderada pelo PSDB, Luciano Ducci, encerrou nesta terça-feira (25) a série de encontros promovidos pelo Conselho Político da Associação Comercial do Paraná (ACP). A entidade recebeu no mês de setembro os quatro primeiros colocados nas pesquisas de intenção de voto para a prefeitura de Curitiba. 

Após ser apresentado pelo presidente da Casa, Edson José Ramon, que destacou a tradição da ACP em estimular debates sobre os rumos da administração pública, e receber do coordenador do Conselho Político, Gláucio Geara, os documentos “Mais Curitiba” e “O Brasil que Queremos”, contendo as principais reivindicações do setor, Ducci explanou sobre as principais ações desenvolvidas durante a sua gestão, destacando os prêmios na área de educação e obras com os recursos do PAC da Copa.

O candidato comentou as constantes criticas à cidade no período eleitoral e pediu atenção na escolha dos postulantes, citando os casos de corrupção na cidade de Londrina. “Em época de eleição dão ao entender que tudo na cidade é muito ruim. No entanto, nenhum candidato vai resolver todos os problemas, pois ela sempre estará carente de novas transformações. Peço, também, que tomem cuidado na escolha do novo prefeito. Os escândalos na cidade de Londrina, terceira maior do sul do país, são exemplo do que uma má escolha pode causar”.

A inauguração do primeiro ônibus híbrido da cidade, movido por eletricidade e biodiesel, e o título de cidade verde , destacado pelo secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, durante a Rio + 20, foram lembrados por Ducci. Quanto às inúmeras obras durante o período eleitoral, o candidato atribuiu à burocracia na liberação dos recursos federais. “Batalhamos por recursos federais e conseguimos atrair R$ 920 milhões em investimentos. Como a burocracia para liberar as licitações é grande, tivemos que começar algumas coisas nos últimos meses”, disse.

Na saúde, Ducci citou a adoção do protocolo de Manchester, que determina as prioridades no atendimento pela gravidade do paciente, além de citar os prêmios atribuídos à cartilha de alfabetização de adultos nas próprias unidades.  Por fim, prometeu 600 novos táxis na cidade e a efetivação de novos guardas municipais.

O evento contou com a presença de varias autoridades, entre elas, os presidentes do  Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC), Cléver Almeida, do Instituto Municipal de Turismo, Juliana Vosnika, e do Movimento Pró-Paraná, Jonel Chede.