Em mostra, o imposto que todo brasileiro paga

Todo brasileiro paga imposto, até mesmo aqueles que ganham menos de um salário mínimo (R$ 510), ainda que sejam considerados isentos pela Receita Federal. Da moça que serve o cafezinho até ao empresário. Todos são contribuintes e pagam impostos quando consomem produtos e serviços. Para se ter uma ideia, por exemplo, no café a incidência de impostos chega a 36,52% e no leite, a 33,63%. Pelo açúcar, usado para adoçar o café, o contribuinte paga 40,40% de impostos e nas frutas o peso chega a 22,98%.

Para mostrar esta realidade e o modo como os impostos estão embutidos nos preços cobrados ao consumidor, será realizado, neste sábado (25/09), das 10 às 16 horas, o Feirão do Imposto, na Rua XV de Novembro esquina com Presidente Faria, assim como em 99 cidades de 24 Estados. Já na sua quinta edição, a ideia da mostra é ser didática no sentido de esclarecer ao brasileiro que, mesmo isento de pagar Imposto de Renda, ele paga impostos e taxas. Há no Brasil 83 tipos de impostos e taxas que ajudam a formar o preço final dos produtos e, na maioria dos casos, respondem pela metade dos preços cobrados em prateleira do consumidor.

A mobilização é articulada pelo movimento vinculado à Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje) e a primeira edição aconteceu em Joinville (SC). Em Curitiba, o Feirão do Imposto é organizado pelo Conselho de Jovens Empresários (CJE) da Associação Comercial do Paraná e Conselho Estadual de Jovens Empreendedores (Conjove-PR).  O último feirão foi realizado em outubro do ano passado.