Feirão do imposto em Curitiba

Movimento em setembro marca luta pela redução da carga tributária

Os trabalhos de preparação para o Feirão do Imposto, marcado para ocorrer em Curitiba, no dia 17 de setembro, ganharam novo ânimo na manhã desta quarta-feira (29), durante reunião do Conselho dos Jovens Empresários (CJE) da Associação Comercial do Paraná (ACP). A manifestação, que faz parte de uma mobilização nacional encabeçada pela Confederação Nacional dos Jovens Empreendedores (Conaje), tem o objetivo de fortalecer a luta pela redução da carga tributária brasileira, mostrando aos consumidores o impacto causado pelos impostos no preço dos produtos e serviços.

O evento surgiu em 2003, em Santa Catarina, e de acordo com coordenador do CJE, Monroe Olsen, é uma maneira de chamar a atenção de muitos cidadãos que, por serem isentos da dedução do imposto de renda, por exemplo, acreditam não pagar tributos. “Poucos sabem quanto pagam, como o dinheiro é gasto e qual a situação da gestão pública”, disse ele. O coordenador também citou um levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), aonde mostra que, em 2010, o governo federal, estados e municípios arrecadaram quase R$ 1,3 trilhão em impostos. “É como se cada brasileiro tivesse pago R$6,7 mil em tributos no ano. Isso equivale, em média, a cinco meses trabalhados só para pagar impostos”, dimensionou. Ainda segundo Olsen, só mediante uma união de esforços de vários movimentos jovens, entidades empresariais, órgãos públicos e profissionais liberais do Paraná, será possível monitorar na arrecadação desses impostos por aqui e saber o destino que tem sido dado a eles.

Já para a manifestação deste ano, o Conselho dos Jovens Empresários da ACP traçou novas estratégias de atuação, sempre na intenção de atingir o maior número de pessoas com as ações. A ideia é fortalecer o movimento dispondo, no dia, de uma tenda com exposição de produtos, mostrando o peso dos impostos que há sobre eles; ampliar a cobertura do evento com o desenvolvimento de atividades nos bairros da cidade; promover a venda de produtos e serviços sem tributos e conduzir, também, ações propagatórias no interior do estado. A mobilização vai ocorrer em parceira com a Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PR), Jr.Achievement, JCI, Rotary CIC, SindiCombustíveis, IBPT, Conselho Regional de Contabilidade (CRC) e Federação das Associações Comerciais do Estado do Paraná (Faciap).Além de Curitiba, aderiram ao Feirão do Imposto, em 2011, outras 12 capitais brasileiras: Belém (PA), Campo Grande (MS), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), Manaus (AM), Natal (RN), Palmas (TO), Salvador (BA), São Luis (MA), São Paulo (SP), Aracaju (SE) e Vitória (ES).

Respeito ao contribuinte

No dia 25 de maio, o CJE realizou duas palestras em referência ao “Dia Nacional Dia Nacional de Respeito ao Contribuinte”, sobre educação fiscal e transparência e sobre as metodologias e resultados da pesquisa IBOPE-CNI de satisfação dos contribuintes ante a carga tributária. Os temas foram abordados por Luiz Omar Gabardo, da Receita Federal do Brasil (RFB),  e Flavio Castelo Branco, da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O evento, que já serviu de preparação para o Feirão, reuniu jovens empresários e especialistas em tributação de Curitiba e também foi marcado pelo início da distribuição da 2ª edição da Cartilha “A Sombra do Imposto”, iniciativa da Fiep.  

Créditos: Felipe Rosa 

Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa 

Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa  Créditos: Felipe Rosa