Luta da ACP por segurança nas estradas sensibiliza senadores paranaenses

O manifesto publicado no jornal Gazeta do Povo intitulado “Basta de violência nas Estradas” foi encaminhado à bancada paranaense no Senado Federal. Os senadores Alvaro Dias (PSDB) e Gleisi Hoffmann (PT) se sensibilizaram com os números de mortes no trânsito evidenciados no texto publicado na edição de 27 de abril, na página 13. Ambos encaminharam cartas aferindo o recebimento do mesmo, através de ofícios da Casa, e se colocaram em favor da luta da Associação Comercial do Paraná (ACP).

A senadora petista Gleisi Hoffmann enviou uma carta ao presidente da ACP, Edson José Ramon, comunicando providências sobre o assunto. “Neste contexto, comunico a Vossa Senhoria que já solicitei a minha assessoria que examine com toda atenção o assunto e apresente preposições no sentido de reduzir o absurdo de feridos e mortos em decorrência de acidentes de trânsito.”

O senador tucano Alvaro Dias afirmou que o assunto tratado constitui objeto de suas preocupações. Ele ressaltou que “as autoridades não podem ficar insensíveis ao aumento alarmante dos acidentes em nossas estradas, ceifando a vida e de milhares de pessoas, vítimas de uma política de trânsito ultrapassada e ineficaz”. “Agradecendo a manifestação da Associação Comercial do Paraná (ACP) analisarei com atenção suas considerações e no momento oportuno me manifestarei”, finalizou.

De acordo com o programa SOS Estradas, uma pessoa morre a cada 40 minutos em estradas pavimentadas no Brasil. São 723 acidentes por dia em um alarmante total de 24 mil mortes por ano.