Ministro Aldo Rebelo recepcionado na ACP

Obras de preparação para a Copa geraram mais de 330 mil empregos

O ministro Aldo Rebelo (Esporte) foi recepcionado ontem (12) com um almoço na Associação Comercial do Paraná (ACP), para o qual também foram convidados o governador Beto Richa e o prefeito Luciano Ducci, além de dirigentes da instituição e empresários do comércio, hotelaria, gastronomia e serviços em geral. O ministro passou a manhã em Curitiba vistoriando o andamento das obras na Baixada, onde serão disputados quatro jogos da Copa do Mundo, em 2014, seguindo no início da tarde para Porto Alegre.

O presidente Edson José Ramon afirmou ao ministro do Esporte que a ACP, “como grande torcedora, acompanha com máximo interesse o andamento das obras no estádio e na infraestrutura urbana”, além de estar à disposição da administração pública “para uma parceria forte e profícua”, visando a realização de uma Copa que fique registrada na história.

Ramon revelou, ainda, que a instituição já promoveu e continuará promovendo uma série de cursos de treinamento e capacitação de mão de obra, a fim de ajudar “comerciantes e comerciários a atender da forma mais adequada os visitantes que virão à cidade por ocasião dos jogos”.

 Melhorias

Por sua vez, o ministro Aldo Rebelo demonstrou-se satisfeito com o que viu na Baixada, bem como em relação às obras destinadas a introduzir melhorias na mobilidade urbana, transporte público e outras providências planejadas para “preparar a cidade para a Copa do Mundo”.

O ministro lembrou também os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, enfatizando que o Brasil assim realizará os dois eventos esportivos mais importantes e esperados, que terão cada um, mais de três bilhões de telespectadores em todo o mundo. “É também necessário pensar no legado que as obras de Copa deixarão para os brasileiros”, argumentou, sublinhando que até agora a movimentação em torno do evento gerou 330 mil empregos, “devendo dobrar esse número até 2014”.

O prefeito Luciano Ducci afiançou que “todas as obras previstas estarão concluídas até o final de 2013”, e o governador Beto Richa assegurou que “a melhor organização da Copa do Mundo vai ocorrer em Curitiba”.