Obras sugeridas pelo Conselho de Bairros do Comércio Vivo são acatadas pela Prefeitura

Pelo menos nove das 23 intervenções urbanísticas sugeridas pelo Conselho de Bairros do Comércio Vivo da Associação Comercial do Paraná (ACP) à Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2012 serão atendidas pela Prefeitura de Curitiba. Em ofício entregue à Secretaria Municipal de Planejamento (SEPLAN), o conselho solicitou a inclusão das melhorias para atender reivindicações de comerciantes e moradores de 17 bairros da capital.

Em carta-reposta, o secretário municipal de governo Luiz Fernando Jamur agradeceu  as sugestões enviadas e a participação das diversas entidades que compõem o Comércio Vivo. No dia da entrega do ofício, a superintendente da SEPLAN, Ana Cristina Jayme, já havia enaltecido a iniciativa do Conselho. Segundo disse ela, “é comum chegarem solicitações individuais de pessoas que querem providências urgentes para problemas nas suas ruas, mas raramente recebemos pedidos concentrados em defesa de uma classe e que beneficiem o todo”.

De acordo com Jamur, a Prefeitura tem buscado, permanentemente, a atuação junto à comunidade para priorização de obras e serviços de interesse coletivo. Conforme afirmou, algumas das sugestões apresentadas pelo Conselho de Bairros já estavam, inclusive, previstas na LOA de 2012. As outras obras foram encaminhadas para atendimento em programas da Prefeitura e há aquelas, ainda, que ficarão aguardando a entrada de novos recursos.