Pichação será erradicada em Curitiba, diz presidente da ACP

Instituições públicas e privadas se unem para combater vandalismo

A Associação Comercial do Paraná (ACP) e a prefeitura municipal de Curitiba, em parceria com órgãos públicos e privados, assinaram nessa quarta-feira (30) o protocolo de intenções para combate e erradicação das pichações em Curitiba.

O evento foi realizado na sede da ACP com a presença do prefeito Gustavo Fruet e do presidente da ACP, Edson José Ramon, além do vereador Paulo Salamuni, presidente da Câmara Municipal, autoridades estaduais e municipais, empresários, representantes de entidades organizadas e demais convidados.

O presidente Edson José Ramon, na conclamação feita aos presentes e, em especial ao prefeito Gustavo Fruet, no seu 30º dia de gestão, salientou a percepção da sociedade quanto à necessidade de combater com rigor a onda de pichações na cidade de Curitiba, “vandalismo que parece ter chegado ao descontrole, constituindo-se uma prática criminosa que precisa ser eliminada”.

Ramon destacou a relevância do protocolo assinado com a PMC, que envolverá além da Guarda Municipal também órgãos de segurança da esfera estadual, meios de comunicação, instituições de ensino, saúde e ação social.

Por sua vez, o prefeito Gustavo Fruet afirmou que o compromisso realizado na ACP no final do primeiro mês de gestão na prefeitura, “marca o início de uma série de parcerias bem-sucedidas que esperamos ter com a instituição nos próximos quatro anos”. O prefeito afirmou que “não devemos ter medo de conter o descontrole das pichações porque elas afetam a auto-estima da população. O problema é muito maior que uma questão estética, podendo ser confundido com falta de cuidado”.

Participações        

Além do prefeito Gustavo Fruet, do presidente Edson José Ramon e vices-presidentes da ACP, do vereador Paulo Salamuni e vários integrantes da Câmara, participaram também do evento, entre outros, a secretária municipal de Educação, Roberlayne Roballo, o major Marcelo Maziero (PM), o delegado Rubens Recalcati, da Polícia Civil, o presidente do Instituto dos Advogados, Carlos Eduardo Hapner, o vice-presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Hélio Bampi, Milena Seabra, diretora do instituto GRPCom, e representantes dos veículos de comunicação apoiadores da campanha (Grupo GRPcom, Rede Massa,  Grupo RIC, Bandeirantes, CNT, E-Paraná, CBN, Transamérica,  Ouro Verde, Clube FM, Caiobá FM, Jornal Indústria e Comércio, Jornal do Ônibus,  Jornal do Estado, Folha de Santa Felicidade, Agora Paraná, Jornal do Comércio do Hauer, Jornal Folha do Cabral e Uberaba News)