Representantes da Hungria são recebidos pelo Concex-RI

Visando discutir as oportunidades de cooperação entre as empresas húngaras e brasileiras, o Conselho de Comércio Exterior e Relações Internacionais da Associação Comercial do Paraná (Concex-RI) recebeu nesta segunda-feira (19) o presidente da Seção Latino-Americana da Câmara de Comércio e Indústria de Budapeste, Csaba Csontos, o diretor da Latimo (entidade húngara focada para assuntos relacionadas à América Latina), József Bethlen, além do cônsul geral honorário da Hungria, Lorand Ferencz.

O café da manhã contou com o coordenador do Concex-RI, Carlos Eduardo Guimarães, os vice-presidentes da ACP, João Camargo e Camilo Turmina, o presidente da Associação Comercial de Almirante Tamandaré, Rogério Joroski, o representante da Agência de Internacionallização do Paraná (Aginpar), André Costa, Thomas Korontai, responsável pela vinda e apresentação da delegação, além de conselheiros e convidados da instituição.

Csontos apresentou informações essenciais sobre o comércio, indústria e população da Húngria. De acordo com o representante, o país de cerca de 10 milhões de habitantes aumentou a relação de importação e exportação com a America Latina nos últimos anos, razão que influenciou na criação recente de uma seção exclusiva para o continente dentro da Câmara Comercial de Budapeste. A instalação de empresas húngaras no Brasil, como a fábrica de bebidas Hell Energy em São Paulo, também foi destacada por Csontos.

A Hungria agrega, entre outras coisas, tecnologia na elaboração de softwares voltados para educação, contabilidade e aproveitamento de energia solar. O país tem na Alemanha seu maior investidor e é reconhecido pelo êxito criativo e científico, onde a primeira universidade data de 1367. Sua localização estratégica na região central da Europa foi responsável pela instalação de diversas fábricas nos setores automotivo, farmacêutico e alimentício. O país é membro da União Européia desde 2004 e dispõe de fortes empresas nas áreas de telecomunicações e construção civil.