Turmina recebe homenagem dos integrantes de câmaras setoriais

Empresários recebem informações sobre participação na campanha “Doe Calor”

O coordenador das Câmaras Setoriais da Associação Comercial do Paraná (ACP) e vice-presidente Camilo Turmina foi homenageado nessa terça-feira (29), pelo transcurso de seu aniversário pelos participantes da reunião mensal das câmaras setoriais. O coordenador agradeceu a presença de todos e anunciou que a atuação das câmaras daqui em diante deverá ser pautada pelo “diferencial da perfeita convivência e defesa dos interesses da sociedade”.

Turmina citou, ainda, que o empresariado curitibano teria condições de deduzir cerca de R$ 500 milhões por ano das declarações do Imposto de Renda, direcionando o dinheiro para entidades de assistência social carentes de recursos.

Uma das entidades convidadas foi a Associação Paranaense de Apoio à Criança com Neoplasia (APACN), presidida pelo médico Antonio Carlos Santos Lima, que enfatizou a dificuldade financeira para atender mais e melhor o grande número de crianças enfermas que a procuram. Camilo observou que “a quantia deduzida atualmente é de apenas R$ 50 milhões, sendo que o excesso vai diretamente para os cofres da Receita Federal”, concluindo que “a ACP deveria desenvolver um esforço para conscientizar os empresários dessa nobre missão”. 

A reunião abriu espaço para Rodolfo Schneider, diretor do Instituto Pró-Cidadania de Curitiba (IPCC), ligado à administração municipal que atendeu 600 mil pessoas no ano passado. Ele também explanou as metas da campanha anual “Doe Calor”, mediante a qual são arrecadados cobertores e agasalhos “para serem encaminhados a famílias carentes”. Schneider disse que as empresas interessadas em participar receberão as caixas destinadas à recepção das doações, “devendo ser retiradas pelo IPCC quando estiverem cheias”.

Na mesma linha de preocupação social o advogado Cleverson Marinho Teixeira se referiu a uma nova bandeira da ACP, qual seja o Instituto Não-Violência, “que terá reforçada a sua atuação em Curitiba pela convocação de novas lideranças”. Segundo ele, a diretoria da entidade será eleita no próximo dia 6, em chapa única já escolhida. Criado nos Estados Unidos, o instituto realiza ações educacionais entre adolescentes e jovens, visando difundir a cultura da não-violência”.

Mediação e arbitragem

A coordenadora da Câmara de Mediação e Arbitragem (Arbitac), Elisa Cruz, fez breve abordagem sobre o funcionamento da mesma, ressaltando as vantagens alternativas da resolução de conflitos sem necessidade de levar a questão ao Poder Judiciário. “As partes interessadas economizam tempo e dinheiro, tendo em vista que as sentenças proferidas pelos mediadores e árbitros, que são pessoas altamente capacitadas para a função, têm o mesmo valor das sentenças proferidas pelos juízes”, acrescentou.

Durante o exercício de 2012 a Arbitac atuou em grande número de conflitos comerciais, “que ao todo somaram R$ 35 milhões em valores de litígio”, informou.

Turmina apresentou aos demais integrantes a coordenadora da nova Câmara Setorial dos Correios, Maria Salete Rodrigues de Melo, que pretende aglutinar os 50 franqueados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafo (ECT), em Curitiba.

Por sua vez, o coordenador da Universidade Livre do Comércio (ULC), advogado Monroe Olsen, também vice-presidente da ACP, assinalou que o programa de cursos, seminários e palestras está à disposição de todos os associados e demais interessados, salientando que “por determinação do presidente Edson José Ramon, a Casa pretende fortalecer a sinergia entre os conselhos, câmaras e comitês, visando obter resultados cada vez mais positivos para a sociedade”.