Vendas motivadas pelo Dia dos Namorados serão 3% maiores em Curitiba

Pesquisa Datacenso indica que presentes preferidos são roupas, perfumes e flores

O volume de vendas do comércio curitibano motivado pelo Dia dos Namorados, esse ano, será 3% superior ao mesmo período do ano passado, repetindo o índice registrado no comparativo de vendas de 2012 em relação a 2011. O percentual foi levantado em pesquisa realizada pelo Instituto Datacenso a pedido da Associação Comercial do Paraná (ACP), nos dias 28 e 29 de maio, com 200 entrevistas de comerciantes e 170 de consumidores de ambos os sexos. Em 2013 o valor médio dos gastos com presentes será de R$ 157, superior em 12% aos R$ 140 do ano passado.

A preferência pelos presentes foi indicada pelos entrevistados na seguinte ordem: roupas (32,5%), chocolates e flores (12%), perfumes (12%), calçados (6,5%) e eletrônicos (4%). Os compradores (46%) têm optado pelo parcelamento com cartão de crédito, ao passo que o pagamento à vista com cartão é a forma preferida por 23% dos consumidores. O cartão de débito foi usado por 16,5%, enquanto 10% pagaram as compras com dinheiro vivo.

Cerca de 70% dos comerciantes buscaram o apoio de campanhas de publicidade para atrair os clientes, optando também pelo sorteio e distribuição de brindes e descontos para pagamento à vista. A expectativa dos comerciantes (41,2%) é superar o volume do ano passado, enquanto para 38,2% o volume será igual ao do ano passado. Para 15% dos comerciantes entrevistados o volume será inferior e 6% não souberam responder.

A renda familiar mensal dos consumidores varia de R$ 1.392 a R$ 2.327 (38%) e de R$ 2.328 a R$ 4.558 (39,5%), sendo de 18 a 25 anos a faixa etária da maioria (41%) dos que vão presentear no Dia dos Namorados. Percentual aproximado (40%) tem entre 26 a 35 anos e 16,5% entre 36 a 45 anos de idade.