Volume de vendas em maio apresenta crescimento de 7% em relação a abril

Setores de livraria/papelaria e calçados superaram a média de vendas

Pesquisa realizada pelo Instituto Datacenso, sob encomenda da Associação Comercial do Paraná (ACP) entre os dias 3 e 5 de junho, mostra que o volume de vendas em maio apresentou crescimento de 7% em relação ao mês anterior. A curva ascendente está relacionada ao Dia das Mães, sendo justificada por 76% dos entrevistados (200 comerciantes e 200 consumidores). Alguns segmentos apresentaram crescimento acima da média, com destaque para livraria/papelaria (9%) e calçados (8%).

Apesar do balanço positivo em relação ao mês anterior, o índice de crescimento médio quanto ao mesmo período do ano passado foi negativo em 1 ponto percentual. A sondagem levantou ainda que o consumidor curitibano ficou mais cauteloso em maio com as compras a curto e longo prazo, motivado principalmente pelo aumento da inflação.

O valor das compras não habituais do mês ficou em R$ 352,82, distribuído entre os segmentos de roupas/acessórios (46,3 %), calçados (16,8%), utilidades domésticas (8,6%), perfumes (5,3%) e joias e relógios (4,9%).

Conforme estimativa recorrente, o pagamento à vista em dinheiro tem apresentado queda, já o parcelamento com cartão de crédito teve um aumento em relação a abril – de 19% para 25%. Também estável, a taxa de inadimplência vem se mantendo no decorrer dos meses em torno de 5%, índice considerado baixo, resultado da manutenção da baixa taxa de desemprego e do aumento da massa salarial.

O perfil do consumidor curitibano entrevistado está equilibrado quanto ao gênero, com faixa etária entre 18 a 45 anos, e renda familiar mensal entre R$ 1.245,00 a R$ 3.110,00.