ACP – 130 ANOS

Este dia primeiro de julho, data em que a ACP comemora seus 130 anos, coincide com o início de mais um lockdown em Curitiba determinado pelas autoridades para conter a pandemia da Covid-19.
Nosso fundador, o Barão do Serro Azul, viveu também em um período de grandes dificuldades e comoção social, tendo enfrentado uma revolução, a guerra dos pica-paus e maragatos, sacrificando sua vida ao defender Curitiba. Como fazemos sempre nesta data, rendemos nossa homenagem à memória deste grande brasileiro. Reconhecido como Herói Nacional, o Barão é o Patrono do Comércio do Paraná.
Como o Barão, vivemos hoje uma verdadeira guerra – a guerra da pandemia, que está exigindo o sacrifício de todos. Vivemos um momento difícil, mas não devemos esmorecer. A palavra de ordem hoje é “resiliência”.
O melhor que podemos fazer é seguir as recomendações, evitando aglomerações, cuidando de nós e dos outros. Quem puder deve ficar em isolamento em casa. Em tempo de guerra não se recomenda, impõe-se leis duras e rígidas: fecha-se bares com aglomeração e impõe-se as multas cabíveis. Se este rigor tivesse sido observado antes, talvez não tivéssemos que enfrentar de novo este lockdown.
Vamos ser vigilantes. Para o ônibus, se tiver passageiros em pé, que seja multada a empresa de ônibus que rodar com veículos lotados. Para todos os que transgredirem, basta impor a lei, o rigor da lei. Vamos resistir: é guerra. É triste, mas sairemos desta mais fortes e melhores.

becaa837-cf98-4a74-8fe4-e199c966bf99