ACP | Associação Comercial do Paraná

ACP apresenta prioridades para plano do futuro governo federal

O Conselho Político da Associação Comercial do Paraná (ACP), coordenado pelo vice-presidente da entidade e ex-governador do Paraná, Mário Pereira, elaborou um documento para marcar sua posição em relação às eleições gerais desse ano, com o objetivo de reforçar a ação em defesa dos interesses empresariais e da própria sociedade civil.

O documento tem seis páginas e foi redigido com a colaboração das assessorias técnicas da ACP, sendo entregue em primeira mão ao ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles, pré-candidato do MDB à presidência da República em recente visita a Curitiba. O posicionamento será também entregue aos demais pré-candidatos à presidência.

Tocando em temas que começam com a reforma do Estado, a ACP propõe uma sequência de mudanças sensíveis nos setores previdenciário, tributário e político, e na condição de representante do setor produtivo pleiteia também a redução dos juros e a adoção de políticas públicas direcionadas a facilitar a retomada dos empregos, produtividade e tecnologia, entre outras, visando a preservação da ordem econômica.

Uma síntese do documento da ACP esclarece que seus objetivos essenciais são o bem comum, erradicação da pobreza, redução das desigualdades, elevação dos níveis de conhecimento e cultura, avanços científicos e tecnológicos e maior preocupação com a preservação do meio ambiente.

Tendo como pano de fundo a observância dos princípios estabelecidos pela Constituição Federal, a ACP também se coloca como defensora da cidadania, ética na política, justiça, legalidade e liberdade, descritos como instrumentos essenciais para a construção de uma sociedade progressista.

Educação, segurança jurídica, segurança pública para o eficaz combate ao crime organizado por meio do mapeamento dos pontos de maior concentração da criminalidade, visando a repressão ostensiva e ações comunitárias de inclusão social de jovens marginalizados, ganham destaque no elenco de providências governamentais.

O documento lembra a medida já reclamada do Estado em ocasiões anteriores, a saber, o estabelecimento de um sistema de vigilância rigorosa no entorno das escolas, a fim de cercear o tráfico de drogas. Ação que necessariamente requer uma gestão pública marcada pela eficácia e desburocratização.

Referência ampla é feita sobre políticas públicas que estimulem a criação de empregos e as reformas tributária, previdenciária e política, esta de modo especial para encaminhar o aprimoramento do sistema político-eleitoral mediante a adoção de cláusulas de desempenho e fidelidade partidária, entre outras.

Por fim, o posicionamento da Associação Comercial do Paraná, a mais antiga entidade fundada em nosso Estado, em 1890, pelo empresário Ildefonso Pereira Correa, o Barão do Serro Azul, com enfoque principal nas eleições de outubro próximo, também mostra preocupação com os setores de logística e infraestrutura, propondo a retomada do funcionamento do sistema ferroviário nacional, com a prioridade efetiva aos investimentos públicos, concessões e Parcerias Público-Privadas (PPPs).

No quesito ferrovias a ACP elenca como metas principais a ampliação da Ferrovia Oeste/Leste ligando Maracaju (MS) a Paranaguá/Pontal do Sul (PR), com foco na exportação de grãos e capacidade de transporte oito vezes maior que a atual, assim como a Ferrovia Norte/Sul, servindo as regiões Norte, Noroeste, Oeste e Sudoeste do Paraná, bem como áreas do Estado de Santa Catarina, com a otimização do transporte interno de grãos em território nacional.

Investimentos em rodovias federais e estaduais em pontos específicos, assim como em trechos ferroviários abandonados no Paraná, permissão de utilização por operadores diversos a preços competitivos, implantação do contorno ferroviário Norte de Curitiba, projeto de ferrovia litorânea para integrar portos do Paraná e Santa Catarina e estudos para a viabilização de um trem de passageiros de alta velocidade entre Curitiba e São Paulo, estão igualmente sugeridos para o plano de ação do futuro governante do País.