ACP defende reforma tributária em conjunto com a administrativa

Em carta ao ministro da Economia Paulo Guedes, a Associação Comercial do Paraná posicionou-se sobre as propostas relativas à reforma tributária, destacando que a entidade “é defensora da simplificação e transparência nas tributações, pregando sempre que a diminuição da carga tributária trará maior competitividade aos setores da economia, como o comércio”. A ACP também defende que a reforma tributária deve ser feita em conjunto com a administrativa, com o objetivo de atrelar a diminuição do custo do estado à diminuição de impostos.

Confira a íntegra do documento:

“A Associação Comercial do Paraná – ACP, no interesse do progresso econômico e social, buscando sempre a cooperação com todas as esferas públicas, aproveita a presente oportunidade para manifestar seu apoio as medidas que estão sendo tratadas na reforma tributária pelo Governo, sob o comando de Vossa Excelência.

A ACP Entidade com mais de 130 anos de história na luta pelos seus associados e da população paranaense, é defensora da simplificação e transparência nas tributações, pregando sempre que a diminuição da carga tributária trará maior competitividade aos setores da economia, como o comércio. A desoneração das folhas de pagamento, aliada com alíquotas únicas são bases sólidas de mudança do quadro atual, em que pese pontos específicos como o setor de prestação de serviços, que deve ter um olhar atento quando da implementação da reforma, por exemplo.

Ainda, aproveitamos esta oportunidade, para colocar a Vossa Excelência a posição da Associação Comercial do Paraná, no sentido de que a reforma tributária deve ser feita em conjunto com a administrativa, com o objetivo de atrelar a diminuição do custo do estado a diminuição de impostos, na forma de gatilhos, trazendo uma obrigatoriedade de aperfeiçoamento na gestão pública com ganhos reais ao setor privado. Acreditamos que é possível chegar a níveis racionais tributação se aliarmos uma reforma tributária e administrativa concomitantemente, alcançando efetivamente um liberalismo econômico com menos estado e mais iniciativa privada.

Desta forma, reafirmamos nosso compromisso de maneira conjunta com as autoridades, não medir esforços em defesa de nossos associados e do efetivo estado democrático de direito. Renovamos a Vossa Excelência nossos protestos de consideração e apreço, colocando nossa Instituição à disposição”.

CAMILO TURMINA, Presidente da Associação Comercial do Paraná

ADONAI ARRUDA Membro do Conselho Superior

EDUARDO MOTIEJAUS JUODIS STREMEL, Coordenador do Conselho Jurídico