ACP | Associação Comercial do Paraná

Produto inédito é lançado pela Câmara de Contratos ACP

Selo eletrônico notarial estará à disposição de associados da entidade  

A Câmara de Contratos Digitais, projeto de assinatura digital desenvolvido por empresa curitibana SouLegal Armazenamento Digital em parceria exclusiva com a Associação Comercial do Paraná (ACP), foi lançado em evento promovido na sede da ACP nesta quinta-feira (8), com a participação do presidente Edson José Ramon e dos parceiros do empreendimento Marcelo Piragibe e Lucio Ribeiro Soares, diretores da SouLegal; Angelo Volpi Neto, do Tabelionato Volpi; Robert Jonczyk, presidente da Associação dos Notários e Registradores do Paraná (Anoreg); Arwed Kirchsässner, presidente do Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná (CIEE) e Eduardo Aichinger; coordenador do Instituto ACP para Inovação, além dos demais convidados.

“Mais uma vez temos a sensação do dever cumprido”, salientou Ramon na abertura do encontro, ao reafirmar que a missão da entidade “mesmo respeitando sua tradição foi sempre a busca de valores estratégicos, especialmente no campo da inovação tecnológica”.

A Câmara de Contratos da Associação Comercial do Paraná será uma ferramenta para tornar muito mais ágil o processo de tomada de assinaturas em qualquer tipo de contrato, podendo reduzir custos e tempo, que comumente pode levar dias ou semanas, para alguns minutos para a conclusão do processo. Além disso, o diferencial do produto é poder contar com autenticação eletrônica em cartório, dando ainda mais segurança e credibilidade aos documentos.

Segundo o tabelião Angelo Volpi Neto, o serviço foi desenvolvido com apoio integral da ACP “para propiciar a redução dos custos de autenticações freqüentes para os usuários”, além de assegurar que “mesmo sendo o homem do carimbo, posso afirmar que o futuro dos documentos hoje redigidos em papel está na eletrônica”. O novo processo oferecido pela Câmara de Contratos ACP permitirá ao cliente, pelo valor estipulado pelo cartório, a obtenção de cópia digitalizada com fé pública do contrato, “mantendo essa cópia hospedada em nuvem por um ano ou mais”, revelou.

O custo de lançamento do serviço será à partir de R$ 9,90 por um ano de depósito do contrato em nuvem, mais tarifa de autenticação conforme tabela de emolumentos, ficando disponível ao cliente um link para acesso à cópia virtual autenticada, “assim como a obtenção de cópias para encaminhamento aos interessados”, lembrou Volpi, reiterando as vantagens da economia de tempo, dinheiro e redução da circulação de papel.

Digitalização de documentos

A digitalização e armazenamento em meio eletrônico óptico, ou equivalente, e a reprodução de documentos públicos ou privados, estão regulados pela Lei 12.682, sancionada pela presidente Dilma Rousseff no dia 9 de julho de 2012.

O diretor Marcelo Piragibe, da empresa paranaense SouLegal, que desenvolveu o produto, assinalou que a Câmara de Contratos ACP “está lançando um produto inédito não apenas no Paraná, mas em todo o Brasil, frisando que o mesmo deverá produzir uma autêntica revolução na forma de fazer contratos com base naquilo que de mais moderno existe no mundo”.

Piragibe lembrou, ainda, que a assinatura digital e o cadastramento eletrônico dos contratos contarão com o respaldo tecnológico fornecido, “já que teremos a mesma segurança de dados pelo fato de os documentos estarem armazenados na Amazon, solução escolhida por grandes instituições como Nasdaq, Netflix, entre outros”, empresa com presença destacada em quase todos os continentes, citando que o produto tem amplo leque de aplicações “abrangendo universidades, imobiliárias, escolas, faculdades ou qualquer espécie de atividade econômico-financeira com obrigatoriedade de registrar contratos”.

Participaram também do evento os vice-presidentes José Eduardo Moraes Sarmento e Sinval Lobato; Fábio Alessandro Guerra, diretor do Lactec; Carlos Mori, presidente da Consersul;  advogados Cleverson Marinho Teixeira e José Carlos Régis, assessores jurídicos da Associação Comercial do Paraná e Esdras Leon, gerente de comercialização de novos produtos.