ACP | Associação Comercial do Paraná

Comércio paranaense terá crescimento de 9% nas vendas de final do ano

Pesquisa Datacenso mostra expectativa favorável nas principais cidades do Estado

Pesquisa realizada pela Associação Comercial do Paraná e Instituto Datacenso com 600 comerciantes paranaenses, por telefone, entre os dias 24 de outubro a 4 de novembro, mostrou expectativa otimista quanto ao volume de vendas no final do ano, com um crescimento médio estimado de 9% em relação ao mesmo período do ano passado. Foram realizadas 100 entrevistas, respectivamente nas cidades de Curitiba, Cascavel, Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá e Ponta Grossa.

O percentual médio estimado para o crescimento de vendas nas cidades pesquisadas é de 12% em Ponta Grossa, onde os comerciantes estão mais otimistas, 10% em Curitiba, 9% em Cascavel, Foz do Iguaçu e Maringá, e 8% em Londrina.

Dentre os empreendedores ouvidos pelo Datacenso, 65,2% são gerentes, supervisores ou responsáveis pelos estabelecimentos comerciais, sendo que 34,8% são proprietários ou sócios. Pelo porte as empresas foram divididas em micro (67%), pequena (26%), média (2,4%) e grande (4,8%), predominando os ramos de calçados, vestuário, farmácia, jóias, cosméticos e perfumaria, materiais de construção e eletrônicos.

Confiança
Cerca de 70% dos comerciantes ouvidos mostraram-se confiantes no crescimento das vendas do período natalino em comparação com 2012, ao passo que 17% acham que o movimento será igual ao mesmo período anterior, 9,7% dizem que será inferior e 3,4% não têm opinião formada.

A maioria dos entrevistados admite que o impacto favorável será estimulado pela compra de presentes (58,8%), pelo recebimento do 13º salário (20%) e também pelo lançamento de novas coleções de roupas e acessórios para a estação. 
Em todas as cidades pesquisadas, com exceção de Ponta Grossa, a maioria dos comerciantes não pretende contratar mão de obra temporária para reforçar o atendimento no final do ano, e os que devem contratar se limitarão a três pessoas.