ACP | Associação Comercial do Paraná

Dirigentes da ACP participam de posse da presidência da Facesp e ACSP

Alencar Burti assume gestão 2015-2017

Jornal do Brasil

O empresário Alencar Burti assumiu na manhã desta segunda-feira (23) as presidências da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), durante sessão solene da Assembleia Legislativa de São Paulo. O presidente da Associação Comercial do Paraná, Antonio Miguel Espolador Neto e o vice-presidente Luís Antônio Sebben prestigiaram a cerimônia que abriu a legislatura de 2015 da Alesp e reuniu 650 pessoas. A solenidade foi conduzida pelo presidente da Assembleia, deputado estadual Fernando Capez, no Plenário Juscelino Kubitschek.

Burti recebeu os cargos do empresário Rogério Amato, que presidiu as entidades durante os biênios março 2011/março 2013 e março 2013/março 2015. Durante o evento também foi realizada sessão de posse dos eleitos para os órgãos diretivos da ACSP e da Facesp.

É a terceira vez que Burti é eleito para esses cargos. A sessão solene de posse contou com as presenças do ministro da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos; do deputado estadual Itamar Borges; do diretor-superintendente do Sebrae-SP, Bruno Caetano; da presidente da rede Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano; do prefeito de Mogi das Cruzes Marco Bertaiolli; do deputado estadual Itamar Borges; de presidentes de entidades como Fenabrave e Sescon; e de outros líderes políticos e empresariais.

Alencar Burti foi eleito para o biênio março 2015/março 2017. Dispensando discurso, ele preferiu falar de improviso. “Não seria justo eu ler: declaração de amor a gente não faz por escrito, a gente faz olho no olho”, declarou. Ele destacou o momento econômico pelo qual o Brasil passa, em que há “uma dissintonia entre a população e o governo”, nas palavras do novo presidente da ACSP e Facesp. “Cabe a nós, empreendedores, buscar o ajuste necessário. Temos que pensar, antes de tudo, em nosso país. E dar soluções ao invés de só criticar”, frisou Burti.