Inadimplência do consumidor na cidade de Curitiba sobe 3,4% no 1º semestre do ano, diz Boa Vista SCPC

29 de julho de 2015 – A inadimplência do consumidor na cidade de Curitiba subiu 3,4% no primeiro semestre de 2015, na comparação com o mesmo período de 2014, de acordo com dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) divulgados pela Associação Comercial do Paraná (ACP). Na comparação interanual (junho de 2015 contra junho de 2014) a inadimplência foi 4,1% maior. E na comparação com o mês anterior (maio de 2015) houve queda de 4,2%, na série dos dados dessazonalizados.

Inadimplência do Consumidor

 

Acum. 15/14

Jun15/Jun14

Jun15/Mai15*

12 meses

Curitiba

3,4%

4,1%

-4,2%

3,9%

Paraná

3,5%

5,1%

2,1%

6,3%

Sul

4,9%

5,0%

-1,2%

7,1%

Brasil

1,0%

1,2%

0,3%

1,5%

 *Séries dessazonalizadas

Fonte: Boa Vista SCPC

 

Pagamento de dívidas do consumidor

 O indicador de recuperação de crédito do consumidor na cidade de Curitiba – obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplência – apontou queda de 1,7% no primeiro semestre do ano, frente ao mesmo período de 2014. Na comparação interanual (junho de 2015 contra junho de 2014) houve alta de 1,5% no pagamento de dívidas. E houve alta de 4,2% na variação mensal (junho de 2015 contra maio de 2015), na série com ajuste sazonal.

 

Recuperação de Crédito do Consumidor (Pagamento de Dívidas)

 

Acum. 15/14

Jun15/Jun14

Jun15/Mai15*

12 meses

Curitiba

-1,7%

1,5%

4,2%

-3,3%

Paraná

-0,8%

-0,4%

1,4%

-0,6%

Sul

2,8%

3,4%

4,0%

2,0%

Brasil

-0,8%

0,7%

2,4%

-2,5%

 *Séries dessazonalizadas

Fonte: Boa Vista SCPC

 

Metodologia

O indicador de registro de inadimplência é elaborado a partir da quantidade de novos registros de dívidas vencidas e não pagas e o indicador de recuperação de crédito é elaborado a partir das exclusões de registros informadas à Boa Vista SCPC pelas empresas credoras. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100 e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal. A partir de janeiro de 2014, houve atualização dos fatores sazonais e reelaboração das séries dessazonalizadas, utilizando o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau.