ACP | Associação Comercial do Paraná

Pesquisa nacional mostra otimismo de empresários para Dia dos Pais

Um total de 76% dos empresários espera que as vendas para o Dia dos Pais, em 2019, sejam iguais ou superiores as que do ano passado. Destes, 42% ainda se dizem realmente confiantes no aumento de vendas. Em relação à contratação de mais mão de obra para trabalhar ao longo do período que antecede a data comemorativa, 15% confirmaram que irão sim contratar outros funcionários. Percentual que sobe para 29%, entre os mais otimistas. Esses dados fazem parte da Pesquisa Perspectiva Empresarial – Dia dos Pais, elaborada pela Boa Vista, de quem a Associação Comercial do Paraná é representante exclusiva no estado, ao longo dos meses maio e junho, com cerca de 500 empresários, de todo o país.

Representatividade das vendas por otimismo
Para os empresários menos otimistas, ou seja, aqueles que esperam vendas menores este ano na comparação com o Dia dos Pais de 2018, 41% acreditam que elas representarão menos de 1% do faturamento total de 2019. Já entre os empresários mais otimistas, a maioria (31%) acredita que as vendas da data representarão de 5% a 15% da receita anual. Por último, entre os que acham que as vendas serão iguais, 37% afirmam esperar que as vendas representem de 1% a 5% do faturamento de 2019.

Estratégia 
Quando questionados sobre qual será a principal estratégia utilizada para chamar a atenção do consumidor durante a data, 43% afirmaram que irão facilitar o pagamento, ou seja, disponibilizar opção de pagamento parcelado das compras. Em seguida, 41% informaram que irão oferecer descontos nos produtos e, por fim, para 16%, a criação de promoções, como compre dois e pague um, por exemplo.

Metodologia
A Pesquisa Perspectiva Empresarial – Dia dos Pais, desenvolvida pela Boa Vista, foi feita entre os meses de maio e junho de 2019, de forma quantitativa, com mais de 500 respondentes, representantes de empresas clientes e do mercado em geral, dos principais setores (comércio, indústria e serviços) e dos segmentos micro, pequenas, médias e grandes empresas. Para a leitura dos resultados é preciso considerar 4% de margem de erro e 95% de grau de confiança.