Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento

O professor-adjunto da Universidade Columbia, de Nova York, Marcos Troyjo, colunista semanal da Folha de S. Paulo/UOL, disse nessa quarta-feira (7) em conferência na sede da Associação Comercial do Paraná (ACP) que “o Brasil, infelizmente, não tem uma estratégia para crescer”.

A afirmação foi feita ao longo de categórica aula sobre o cenário político internacional, passando pelo predomínio da China no mercado mundial e a recente eleição do bilionário Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos, “e suas prováveis consequências para os demais países da economia globalizada”.

Diretor do BRICLab da Universidade Columbia, na qual fez mestrado e doutorado em sociologia, ciência política e economia, Troyjo atendeu convite do Conselho Político da ACP, e foi saudado pelos vice-presidentes Gláucio Geara e Sinval Lobato Machado, mediador dos debates políticos promovidos pela entidade do setor produtivo.

Na visão do acadêmico o que ocorre na economia mundial é “uma espécie de choque de placas tectônicas, a melhor imagem que os analistas encontram para formular as explicações para os problemas atuais”.

Citou, de passagem, que apesar das projeções contrárias da imprensa, Trump foi eleito presidente da nação mais poderosa do planeta, Bob Dylan recebeu o Prêmio Nobel de Literatura, o primeiro-ministro italiano Mateo Renzi renunciou, as próximas eleições presidenciais na França pode trazer algo que ninguém espera e, tudo isso somado deve contribuir para aumentar os problemas do Brasil, “um país que já está cheio deles”.

No cenário da globalização, Troyjo lembrou a rápida ascensão da China no mercado mundial, graças ao baixo custo de produção, tecnologia, manufatura, sistema tributário adequado e infraestrutura privilegiada, além do grande estímulo ao funcionamento de parcerias público privadas. Fez também alusão a questões econômicas, políticas e sociais da Rússia e Índia, além de Cingapura, Indonésia, Coreia do Sul e Chile, entre outras economias em desenvolvimento.

Para voltar a crescer, segundo o professor Marcos Troyjo, o Brasil “precisa de muita correção e de um amplo trabalho de terraplenagem”, enfatizando a expressão “estratégia”, mercadoria que a seu ver está em falta em nosso país.

Lembrou ainda que durante muitos anos o pensamento de esquerda e direita no Brasil e nos demais países da América Latina, estava subordinado à teoria da dependência, e que os países que tivessem grande produção de commodities agrícolas e minerais “teriam sempre essa vantagem comparativa”, com o que poderiam enfrentar “os países de produção de bens industriais de maior valor agregado, o que acabou não acontecendo”.

Troyjo comentou que nos anos 90 o governo brasileiro conseguiu mudar um pouco a situação, mas a partir de 2002 com a eleição de Lula até o impedimento de Dilma Rousseff, houve uma recaída no processo.

A estratégia do crescimento da macroeconomia brasileira, segundo o doutor em sociologia e ciência política, deverá se firmar numa estratégia de desenvolvimento que denomina de terraplenagem, ou seja, o nivelamento e harmonização da capacidade de competir com as demais economias fortes.

Na sua visão, a reforma trabalhista é indispensável para diminuir a voracidade do Estado sobre a folha de pagamento, bem como o equilíbrio tributário para acabar com a guerra fiscal, assim como uma nova configuração da Previdência Social.

“Mas, infelizmente, o Brasil não tem uma estratégia para crescer, e com essa afirmação espero não ter desanimado muito as senhoras e senhores”, concluiu.

Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento
Troyjo diz que Brasil não tem estratégia de crescimento