Turmina apresenta no TC sugestões da ACP para combate à covid-19

Em visita ao presidente do Tribunal de Contas, Fábio Camargo, Camilo Turmina fez um relato das ações que a ACP vem desenvolvendo em prol dos associados, que enfrentam grandes dificuldades desde o início da pandemia. Turmina também abordou as sugestões apresentadas pela entidade para impedir as aglomerações no transporte coletivo, entre elas, permitir ao trabalhador receber em dinheiro o valor do vale transporte para que possa utilizar veículo próprio, carros de aplicativos, carona solidária etc.

A Associação Comercial do Paraná endereçou correspondência à Urbs e à Comec oferecendo um projeto piloto de controle de pessoas dentro dos ônibus como medida de apoio às políticas de combate à epidemia de covid-19. A entidade solicita a disponibilização de quatro ônibus de linhas com volume expressivo de passageiros para testagem do sistema, sendo dois veículos para Curitiba e dois para a região metropolitana. A empresa que faz a medição já atua em outras cidades. A ACP custeará o projeto piloto. O sistema é eletrônico e com inteligência artificial que consegue calcular o número de pessoas dentro do veículo.

Outra medida defendida pela ACP é a adoção de um sistema de rodízio para o funcionamento do comércio que possa ser adotado de forma contínua até que se consiga uma redução substancial dos casos de covid-19. A ideia é acabar com a ideia de “essencial” e “não essencial”. Todos poderiam trabalhar com menos horas presenciais, dia sim dia não. A sugestão de projeto foi encaminhada na semana passada à Câmara de Vereadores.