Valor do presente deve cair mais de 20% no Dia dos Namorados em Curitiba

Casais curitibanos que irão às compras para o Dia dos Namorados deste ano poderão gastar até 21% menos na compra dos presentes, de acordo com a pesquisa realizada pelo Instituto Datacenso sob encomenda da Associação Comercial do Paraná (ACP). Apesar da disposição para gastar menos, o volume de vendas no período poderá crescer até 1% com relação  ano passado, de acordo com os comerciantes consultados. Se descontada a inflação de 8,34% acumulada no período, o valor real deve cair 6,5%.

De R$ 156 em 2014 para R$ 124 em 2015, este será o valor médio a ser desembolsado pelos consumidores neste dia 12 de Junho. De um lado, casais colocando o pé no freio juntos, de outro, vendedores cautelosos quanto às expectativas: 41% dos 200 lojistas ouvidos esperam realizar o mesmo volume de vendas do ano passado, 31% esperam vender mais, 21% menos e 6% não souberam dizer. No ano passado houve uma queda de 1% em relação a 2013 em função principalmente da Copa do Mundo.

O estudo realizado entre os dias 1º e 3 de junho,  revelou também que o consumidor curitibano pretende gastar menos, pois está mais endividado, com menor poder aquisitivo e inseguro com o desempenho atual da economia. As altas taxas de juros e da inflação, o grau de endividamento e crescente inadimplência do consumidor são os principais responsáveis pelo baixo desempenho das vendas nos últimos meses. 

Os presentes mais citados pelos consumidores consultados pela sondagem foram perfumes (30%), roupas (26%), chocolates/flores (13%), joias/relógios (8%), calçados (7%), livros (6%), celular/smartphones (4%), almoço/jantar (4%), viagem (2%) e mensagem ao vivo (1%).

Estratégia

Grande parte dos comerciantes (78%) revelou que vai preparar algum tipo de promoção para alavancar as vendas – Produtos com descontos (53%), descontos para pagamento à vista (49%), distribuição e sorteio de prêmios/ brindes (27%), desconto para pagamento no cartão de crédito (8%), promoção do tipo pague 1 e leve 2 (23%) e realização de campanha nacional (1%).

No caixa

O pagamento à vista continua sendo a principal forma de pagamento que o consumidor vai utilizar nas compras do Dia dos Namorados – no crédito (36%), débito (19%) e em dinheiro (18%), mantendo a mesma forma praticada no Dia das Mães. Nas formas à prazo aparecem parcelado no cartão (22%), no carnê (3%) e cheque (1%).