ACP | Associação Comercial do Paraná

Vendas de Dia das Crianças em Curitiba demonstram retomada da economia

Brinquedos tradicionais, roupas, calçados e produtos eletrônicos foram as principais opções dos curitibanos que presentearam crianças na passagem do seu dia, fazendo com que o movimento de vendas tivesse um crescimento nominal de 1,4% em relação ao mesmo período de 2016, com queda real de 1,13% quando corrigida pela inflação de 2,53%, acumulada nos últimos 12 meses.

Os números foram apurados pelo instituto Datacenso Pesquisas Mercadológicas, que realizou 400 entrevistas pessoais com 200 empresários e 200 consumidores no dia 13 desse mês.

No ano passado a queda nominal havia sido de 3% em relação a 2015, verificando-se uma queda real de 11,57%, no auge da recessão econômica que comprometeu gravemente tanto a produção quanto o consumo.

Para o responsável técnico pela pesquisa, economista Cláudio Shimoyama, os números indicam a retomada da economia, fato ressaltado pela manifestação dos comerciantes ouvidos que se declararam entusiasmados com as perspectivas de vendas de final de ano e Natal (37%), enquanto 30% confiam e esperam boas oportunidades, embora 26% se mostrem preocupados e 7% desanimados com o futuro imediato.

Os comerciantes ouvidos pelo Datacenso são sócios ou proprietários (23%), gerentes ou supervisores (77%), que responderam em nome de 71% de microempresas e 29% de empresas de pequeno porte.

Mais da metade dos comerciantes (54%) fez promoções especiais para incrementar as vendas (sorteio e distribuição de brindes e prêmios), além de descontos para pagamento à vista. Confirmando a tendência, a modalidade de pagamento parcelado com cartão de crédito foi preferida por cerca de 40% dos compradores.

Por sua vez, os consumidores que têm entre 18 anos e 55 anos de idade e renda familiar mensal de R$ 937,00 a mais de R$ 9.370,00, gastaram em média R$ 117,00 ou 15% a mais que no ano passado para presentear pelo menos uma criança esse ano. Dado importante da pesquisa revelou o aumento do número de curitibanos que deram presentes no Dia das Crianças.

 

Vendas de Dia das Crianças em Curitiba demonstram retomada da economia