80% dos comerciantes estão otimistas com as vendas de Páscoa

De acordo com a recente sondagem ACP/Datacenso, 80% dos comerciantes ouvidos estão otimistas com o movimento de vendas da Páscoa, em 2018, que terá crescimento real de 1,2% em relação a 2017. A mesma sondagem apontou que o consumidor deve gastar em média R$ 130,00 nas compras referentes à Páscoa, devendo presentear até três pessoas, no valor de R$ 43,00 por presente. No ano passado o custo unitário foi de R$ 37,00.

Para comemorar a data, a tradição será mantida: 98% das pessoas ouvidas comprarão chocolates para presentear. Pouco mais da metade dos consumidores (54%) optarão pelos ovos de Páscoa, seguidos dos bombons ou caixa de chocolate (41%), barra de chocolate (27%) e, por último, a colomba pascal. A oportunidade festiva também será aproveitada pelos consumidores para presentear com roupas, calçados, viagens, brinquedos e eletrônicos.

Segundo a pesquisa, o aumento nas vendas se dá pelo aquecimento do mercado, maior variedade de produtos, promoções e descontos, além de investimento em propaganda e marketing.

Segundo a tradição pascal, a maioria pretende comprar ovos com brinde dentro (35%), seguido dos ovos tradicionais (33%), ovos artesanais (24%) e ovos de personagens infantis (13%). No levantamento, a qualidade do produto (64%) é mais relevante que preços e ofertas (52%). Apenas 3% levam em consideração os lançamentos.

Os consumidores pesquisam dados sobre oferta e preços em visita às lojas (40%), tabloides (23%), internet (22%) e ofertas na TV (2%). Segundo o Datacenso 29% não pesquisam preços na hora de comprar.

Dos entrevistados, 74% responderam que Páscoa significa celebração: para 16% consumo de chocolate e, para 7% a data está relacionada a feriados, ao passo que 2% responderam não ver nenhum significado.

Com a expectativa crescente em relação às vendas, os 200 comerciantes ouvidos pelo Datacenso revelaram que criarão atrativos para cativar seus clientes, 67% prepararam alguma promoção para a Páscoa. Dentre elas as mais citadas são os descontos para pagamento à vista (40%), distribuição e sorteio de prêmios/ brindes (37%) e promoção do tipo leve 2 pague 1 (28%).

Os dados foram apurados entre os dias 7 a 9 de março, em entrevistas com 200 comerciantes e 200 consumidores. A amostragem é proporcional ao ramo de atividade comercial e, do ponto de vista do consumidor, distribuída segundo gênero, faixa etária e renda média mensal.