ACP e Centro Cultural Humaitá assinam termo de patrocínio

A Associação Comercial do Paraná (ACP) e o Centro Cultural Humaitá, uma das instituições atuantes no movimento da consciência negra em Curitiba e Paraná, por meio dos presidentes Antonio Miguel Espolador Neto e Adegmar José da Silva (Candiero), assinaram nessa segunda-feira (5) o termo de compromisso de patrocínio do projeto de revitalização do Viaduto Cultural Capanema, em Curitiba, visando a imediata colocação do portão e grades no referido local, que terá utilização permanente com atividades culturais até a instalação do Centro de Referência da Cultura Afro.

O centro será mantido pelo Centro Cultural Humaitá, e terá sua configuração arquitetônica definida em concurso para a seleção da melhor proposta, segundo parâmetros do Concurso Nacional de Projetos Arquitetônicos.

A ACP adquiriu quotas de patrocínio do citado projeto no valor de R$ 4 mil, e segundo o ativista do movimento da consciência negra, Adegmar José da Silva, trata-se da abertura de um diálogo produtivo entre as partes interessadas no resgate da cultura afro, e sua importância para o desenvolvimento social e econômico de Curitiba e do Paraná.

O evento foi prestigiado por lideranças de entidades integradas por afrodescendentes e pela coordenadora do Conselho ACP Cultural, professora Bernadete Zagonel.

ACP e Centro Cultural Humaitá assinam termo de patrocínio
ACP e Centro Cultural Humaitá assinam termo de patrocínio
ACP e Centro Cultural Humaitá assinam termo de patrocínio
ACP e Centro Cultural Humaitá assinam termo de patrocínio
ACP e Centro Cultural Humaitá assinam termo de patrocínio
ACP e Centro Cultural Humaitá assinam termo de patrocínio
ACP e Centro Cultural Humaitá assinam termo de patrocínio
ACP e Centro Cultural Humaitá assinam termo de patrocínio
ACP e Centro Cultural Humaitá assinam termo de patrocínio
ACP e Centro Cultural Humaitá assinam termo de patrocínio
ACP e Centro Cultural Humaitá assinam termo de patrocínio
ACP e Centro Cultural Humaitá assinam termo de patrocínio