ACP faz homenagem a ex-presidentes

Assembleia Geral Ordinária aprova contas e orçamento para 2016

A Associação Comercial do Paraná (ACP) aproveitou a convocação da Assembleia Geral Ordinária (AGO) nessa quarta-feira (24), para homenagear de forma especial os ex-presidentes Eduardo Guy de Manuel, Marcos Domakoski, Ardisson Akel, Virgílio Moreira Filho e Edson José Ramon, concedendo-lhes o título de sócios beneméritos da entidade, que é reconhecida como uma das mais operosas do país na sua categoria.

Os ex-presidentes Werner Schrappe, Cláudio Slaviero, Avani Slomp Rodrigues e Jonel Chede, impedidos de comparecer por motivos pessoais receberão a homenagem em outra ocasião, assim como a família da ex-presidente Maria Cristina Andrade Vieira que receberá a homenagem in memoriam.

A AGO foi aberta pelo presidente Antonio Miguel Espolador Neto e contou com a participação de vice-presidentes, conselheiros e grande número de associados, cumprindo os requisitos estatutários de apresentação das principais realizações do período compreendido entre julho e dezembro de 2015, prestação e aprovação das contas relativas ao mesmo período e aprovação do orçamento do exercício de 2016.
O vice-presidente Gláucio José Geara fez um resumo das realizações do segundo semestre do ano passado, destacando iniciativas de cunho institucional como a concessão da Comenda Barão do Serro Azul ao juiz federal Sergio Moro, “um evento que teve repercussão nacional”.
A apresentação das contas da entidade e a discussão da proposta orçamentária de R$ 1.854 milhão para o presente exercício foi conduzida pelo diretor geral Olívio Zotti, sendo as mesmas aprovadas por unanimidade.
O coordenador do Conselho Superior, Norman Arruda Filho, presidente do ISAE/FGV, avaliando os resultados apresentados pela ACP no período, salientou o avanço conquistado em termos de governança corporativa de alto nível, lembrando o fato de que a auditoria das contas é feita pela consultoria KPMG, uma das mais importantes do mercado nacional.

Norman enfatizou ainda o firme posicionamento dos conselhos Superior, Fiscal e Deliberativo, “que sempre estiveram presentes na discussão e aprovação das decisões tomadas pela diretoria executiva da ACP”. O coordenador ressaltou que o conjunto de realizações da entidade “é ainda mais importante tendo em vista o clima de depressão vivido pela economia do país, que não influenciou de forma negativa o desempenho da ACP”.

A homenagem aos ex-presidentes ocorreu antes do encerramento da AGO, quando o presidente Antonio Miguel Espolador Neto acompanhado por um vice-presidente entregou a placa comemorativa a cada um justificando a homenagem ao enaltecer o “grandioso trabalho realizado por esses ilustres cidadãos no engrandecimento da entidade que sempre se colocou ao lado dos empresários”. Ele concluiu que mesmo com a crise sufocando o setor produtivo e toda a sociedade, a ACP continuará “ao lado de todos aqueles que são a favor do Brasil”. O ex-presidente Eduardo Guy de Manuel (1994-1996) agradeceu em nome dos demais homenageados.