ACP | Associação Comercial do Paraná

ACP mantém posição contrária aos feriados durante a Copa

A Associação Comercial do Paraná, com objetivo de defender os interesses da classe empresarial do Estado, mantém seu posicionamento contrário à  instituição de feriados em jogos do Mundial a serem realizados na cidade de Curitiba. Caso o comércio fechasse as portas, o prejuízo giraria em torno de R$150 milhões por dia de paralisação, cifra que deixaria de ser movimentada em cada um dos feriados, num cálculo com base no PIB local.  Apesar disso, a entidade apóia a instituição de ponto facultativo em repartições públicas, serviços e escolas.

De acordo com o 1º vice-presidente da entidade, José Eduardo Sarmento, “permitir que haja feriado nesta época seria altamente prejudicial ao comércio, indústria e à municipalidade, que perde em arrecadação de impostos num momento propício em que turistas estarão circulando”. Sarmento disse que os associados querem usufruir desta movimentação. “Com as portas fechadas, os funcionários bonificados por comissão também seriam penalizados”, destacou.

Hoje a grande Curitiba tem cerca de 2 milhões de habitantes, sendo que a  nova Arena da Baixada comporta apenas 42 mil pessoas entre turistas e curitibanos, por isso “não se pode parar a cidade em virtude desta pequena parcela de pessoas”, defende. Sarmento disse que o sistema de transporte, uma das principais preocupações da prefeitura com o aumento na circulação de pessoas, pode ser resolvido com uma boa logística a ser planejada pela administração do município.

Em junho, quatro jogos serão realizados na capital paranaense – Irã x Nigéria, Honduras x Equador, Austrália x Espanha e Argélia x Rússia, todos no meio da semana.