Confissões de um ex-esquerdista

O jornalista londrinense Paulo Briguet, 45 anos, proferiu a palestra “Confissões de um ex-esquerdista” na sede da Associação Comercial do Paraná (ACP), nesta quarta-feira (27), a convite do Conselho Político da entidade, coordenado pelo vice-presidente Sinval Lobato Machado.

Na juventude Briguet foi líder estudantil, ativista sindical e militante de partidos de esquerda. Desta gama de experiências, experimentou várias transformações na vida, inclusive o abandono do ateísmo para o cristianismo, tornando-se católico praticante e humanista. Tais experiências, segundo o conferencista, lhe trouxeram maturidade suficiente para optar um novo caminho.

“A partir de estudos, percebi que a cultura esquerdista é enganosa. Hoje sou contra todos os partidos de esquerda, bem como os radicais de direita”, afirmou. Convicção que levou Briguet a reforçar a mudança de seu posicionamento político ao constatar que Stalin assassinara um número três vezes maior do que os 6 milhões de judeus exterminados por Hitler.

Briguet é autor dos livros de crônicas “Diário de Moby Dick” (em parceria com o pai, Paulo Lourenço), “Repórter das Coisas” e “Aos Meus Sete Leitores” Foi colunista da Gazeta do Povo e atualmente assina a coluna “Avenida Paraná” no jornal Folha de Londrina.