Consumidor ganha sistema de informações para consultar dados das empresas

O Governo do Estado lançou nesta segunda-feira (2) o “Procon-PR em Números”, uma plataforma de informações que vai melhorar a relação entre consumidores e empresas. Desenvolvido pela Secretaria Estadual da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos e a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar) a plataforma online que disponibiliza informações atualizadas e as mais diversas análises a respeito das reclamações da população e do comportamento do fornecedor no mercado de consumo. 

Para acessar este serviço, basta clicar no banner “Procon-PR em Números” disponibilizado nos portais da Secretaria Estadual da Justiça (www.justica.pr.gov.br) e do Procon-PR (www.procon.pr.gov.br). 

“A população poderá consultar se uma empresa tem algum tipo de reclamação antes de fazer uma compra. Depois, se já realizou a compra e teve problemas, também poderá saber se o fornecedor soluciona os casos”, disse Cláudia Silvano, diretora Procon-PR. 

TRANSPARÊNCIA – O sistema permite acompanhar diariamente reclamações da população, além do comportamento dos fornecedores de produtos e serviços. O sistema reúne todos os registros desde 2013. 

“Os próprios usuários dos serviços públicos vão usar a ferramenta para extrair os dados que precisam. Ela vai ajudar o cidadão nas suas escolhas em relação aos prestadores de serviços, saber o percentual de solução de cada empresa. E com base nessa transparência é possível diminuir o número de reclamações e dar maior rapidez ao atendimento”, explica a secretária da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Maria Tereza Uille Gomes. 

Para o presidente da Celepar, Jacson Carvalho Leite, as soluções de tecnologia da informação e comunicação trazem agilidade e modernidade à gestão pública, além de medir a qualidade do serviço público prestado ao cidadão. 

“O BI é uma ferramenta eficaz e segura, ao mesmo tempo que disponibiliza dados à população, traz informações atualizadas em tempo real aos gestores públicos”, afirma ele. 

Os dados ajudam na formulação de políticas públicas. No atendimento preferencial, 70.440 idosos procuraram o Procon desde 2013. 

Para atender o público desta faixa etária, o Procon, em parceria com a Escola de Educação em Direitos Humanos do Paraná, promoveu no ano passado duas palestras sobre direitos do consumidor para idosos, abordando os principais direitos do consumidor estabelecidos no Código de Defesa do Consumidor e outras legislações pertinentes, apresentando exemplos dos principais problemas de consumo. 

Alguns dados disponíveis no Procon-PR em Números: 

De 2013 até agora foram realizados 177.504 mil atendimentos. 

As mulheres representaram 57,06% – 101.278 atendimentos 

Os homens representaram 42,94% – 76.224 atendimentos 

A maior procura está na faixa etária entre 31 e 40 anos. 

No atendimento preferencial, 70.440 idosos procuraram o Procon neste período. 

 

Fonte: Agência Estadual de Notícias