ACP terá representante na CPI dos Transportes

Vereador Jorge Bernardi pede que entidade acompanhe trabalhos da comissão

O Conselho Político da Associação Comercial do Paraná (ACP) reuniu-se nessa segunda-feira (12), com os componentes da Comissão Parlamentar de Inquérito do Transporte Coletivo da Câmara Municipal de Curitiba. Na ocasião, o presidente da (CPI), vereador Jorge Bernardi, solicitou em carta entregue a Glaucio José Geara, coordenador do Conselho Político, a indicação de um representante da entidade para acompanhar os trabalhos da comissão.

Bernardi disse que o apoio da ACP nesse momento é muito importante, por se tratar de uma entidade de credibilidade e tradição, tanto é que essa é a primeira reunião da CPI com uma entidade organizada fora da Câmara Municipal.

O presidente da CPI apresentou tópicos que estão sendo analisados, como as empresas que operam com lucros exorbitantes. “Por exemplo, em São Paulo as empresas lucram 13 centavos por passageiro, enquanto em Curitiba o lucro é de 39 centavos”.  Segundo Bernardi a classe empresarial também está sendo prejudicada, pois do valor atual de R$ 2,70 da tarifa os empresários pagam 84% às concessionárias.

O critério dos processos de licitação para a contratação de empresas e serviços e a sonegação do Imposto Sobre Serviço (ISS) também são pontos questionados pela comissão. A afirmação de Bernardi tem base em dados da Secretaria Municipal de Finanças, que “informou que nenhuma das empresas prestadoras do serviço de transporte público em Curitiba foi fiscalizada nos últimos 60 anos”, concluiu.

O coordenador do Conselho Político agradeceu o convite feito à ACP, reiterando que a entidade fará a indicação de um representante para acompanhar o andamento dos trabalhos: “A Casa está aberta a novas discussões que defendam o que é justo e de interesse da sociedade”. 

Participaram do evento os vereadores Paulo Salamuni, presidente da Câmara Municipal, Serginho do Posto (vice-presidente da CPI), Bruno Pessuti (relator) e os membros da comissão Chico do Uberaba, Chicarelli,Geovane Fernandes e Paulo Rink. Estiveram também presentes, além dos vices-presidentes da APC, José Eduardo Sarmento, Airton Hack,  Odone Fortes, Camilo Turmina, Hélio Bampi, vice-presidente da Fiep e João Carlos Regis, consultor jurídico da ACP.