ACP | Associação Comercial do Paraná

Expectativas de 2015 dividem comerciantes curitibanos

Entusiasmo e preocupação com o futuro imediato foram apontados pela pesquisa

O Instituto Datacenso que faz pesquisas para a Associação Comercial do Paraná (ACP), entrevistou 200 comerciantes de Curitiba no período de 1 a 3 desse mês, com a finalidade de detectar o estado de espírito do segmento em relação ao ano de 2015.

Para 40% dos comerciantes o sentimento é de entusiasmo, mas de preocupação para 38%, espera de oportunidades para 19% e completo desânimo para 3%. “Os itens entusiasmo e preocupação com o futuro imediato estão rigorosamente equilibrados como reflexo da situação econômica atual comparada ao ano passado”, opinou o economista Cláudio Shimoyama, diretor técnico do Instituto Datacenso.

Para a parcela da amostragem que se revelou entusiasmada com o desempenho de 2015, 35% acham que a economia começará a reagir com a passagem do ano eleitoral e a posse do novo governo e sua intenção de alavancar as mudanças necessárias. O esperado aumento do número de clientes atraídos por investimentos foi citado como fator de melhoria por 22% dos comerciantes, ao passo que 13% indicaram a disposição de investir em produtos novos e mais diversificados.

Vendas em queda

Por outro lado, 78% dos comerciantes preocupados com o que poderá ocorrer no próximo ano justificaram sua posição ao considerar a situação econômica do País e a dúvida concernente à mudança de governo. A queda mensal da média de vendas foi citada como uma dificuldade a superar por 13% dos entrevistados, sendo que para 3% a falta de dinheiro no bolso dos consumidores também vai atrapalhar o movimento de vendas em 2015.

Contudo, na avaliação de 65% dos comerciantes o movimento de 2015 será melhor que o de 2014, devido a não ocorrência de grandes eventos como a Copa do Mundo ou eleições gerais. Para Shimoyama, “os comerciantes se apegam à tendência natural de que a economia reaja após as eleições e a escolha do novo governo, esperando que a política econômica contribua para a melhoria do ambiente de negócios”.