ACP | Associação Comercial do Paraná

Prefeitura apresenta a empresários plano de investimentos até 2016

A Prefeitura de Curitiba apresentou a empresários da cidade o plano de investimentos da atual gestão. O encontro foi na noite desta quinta-feira (29), em uma casa de eventos do bairro Batel. Aprovado pela Câmara Municipal, o Plano Plurianual (PPA 2014-2017) assegura investimentos de R$ 9 bilhões, com potencial para movimentar R$ 31,5 bilhões na economia da cidade.

O prefeito Gustavo Fruet falou sobre a mudança de escala da cidade e disse que 2014 e 2015 serão os grandes anos para investimentos: “Curitiba não é mais a cidade dos meus pais, dos anos 60. Temos 1,8 milhão de habitantes, chegando a 3,2 milhões contando com a região metropolitana. É preciso pensar em medidas diferentes e inovadoras para crescer”.

Ele destacou o aumento de 11% nas receitas da cidade, mesmo sem reajuste de impostos para a população.

“Curitiba tem hoje o terceiro maior PIB entre as capitais brasileiras e é, essencialmente, uma cidade de serviços e comércio”, disse o secretário municipal de Planejamento e Administração, Fábio Scatolin.

O secretário municipal de Governo, Ricardo McDonald Ghisi, falou sobre a economia de R$ 248 milhões feita pela atual gestão no primeiro ano de governo, em 2013. “Para aumentar investimentos, tivemos de reduzir custeio”. Ele citou os exemplos dos cortes em informática, de R$ 3 milhões, radares (R$ 3,8 milhões) e a economia de 55% com telefonia móvel. “Apesar de todas essas reduções ,conseguimos investir R$ 472 milhões no primeiro ano de governo, o que representa o melhor ano da série histórica desde 1995”, completou.

O secretário Fabio Scatolin falou também sobre as obras estruturantes de Curitiba, que vão receber a maior parte do investimento de R$ 9 bilhões. A principal delas, o metrô. “Será um investimento de R$ 4,68 bilhões nos primeiros 17,6 quilômetros”, disse. Outras obras de destaque são as da Linha Verde (Sul e Norte), e a ampliação da capacidade dos BRTs, que são as linhas do transporte coletivo que passam em cananeta. Além disso, o secretário citou os investimentos em educação, com a construção de cinco escolas e 42 CMEIs, e saúde, com o Hospital da Zona Norte, 20 novas unidades básicas e mais duas UPAs.

O presidente da Cohab, Ubiraci Rodrigues, falou aos empresários da construção civil sobre os investimentos em habitação, que vão chegar a R$ 1,6 bilhão até o final da gestão. Com sete mil unidades habitacionais já entregues, a meta é chegar a 21 mil até o final de 2016.

O presidente da Fecomércio, Darci Piana, agradeceu o convite para participar da discussão sobre os investimentos da cidade. “Essa apresentação interessa ao comércio, aos serviços e à área de turismo. Queremos observar onde os recursos serão aplicados e saio desse encontro muito bem orientado com os rumos da cidade para os próximos anos”, disse. O presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Edson Ramon, falou sobre a importância de acompanhar a aplicação das verbas públicas: “É um momento democrático, em que o prefeito nos dá a oportunidade de participar da discussão sobre o futuro da sociedade”.

Participaram também do encontro a vice-prefeita e secretária municipal do Trabalho e Emprego, Mirian Gonçalves, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Salamuni, a presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento, Gina Paladino, e representantes de entidades da classe empresarial.

Fonte: Prefeitura de Curitiba