Vencedores do concurso “Minha idéia Muda o Mundo” ouvem Júnior Durski

Dono da rede de restaurantes Madero, Junior Durski, fala sobre empreendedorismo aos convidados e ganhadores do concurso

O Conselho de Jovens Empresários (CJE) premiou na noite dessa quarta-feira (5), os primeiros colocados da 2°edição do concurso “Minha Ideia Muda o Mundo”, que receberam do presidente da ACP, Edson José Ramon, do vice-presidente e coordenador do Conselho de Jovens Empresários (CJE), Henrique Domakoski e do diretor-presidente da Fomento Paraná, Juraci Barbosa Sobrinho, cheques no valor de R$ 10 mil e R$ 5 mil, respectivamente. Na ocasião o empresário e chefe de cozinha Júnior Durski, discorreu sobre sua trajetória profissional e falou sobre empreendedorismo.

Ramon abriu a cerimônia falando da importância da inovação, ousadia e empreendedorismo e disse que esses quesitos estão presentes no estatuto da entidade, mencionando que “ao promover eventos como esse, a ACP cumpre seu dever de casa, pois aqui temos um pilar com o passado, porém com visão de futuro e inovação”. Na sequência agradeceu a presença de Juraci Barbosa Sobrinho que na ocasião representou o governador Beto Richa, parabenizando os vencedores e o convida especial Junior Durski, que segundo ele “inovou a gastronomia curitibana”.

Domakoski, entregou ao presidente da Fomento PR,  uma medalha que representa o incentivo ao empreendedorismo. Juraci destacou a oportunidade dada aos jovens pela ACP, estimulando o desenvolvimento de novos projetos e falou da importância do governo estadual ter departamentos e programas que financiem e invistam no empreendedor.

O mineiro de Juiz de Fora, André Medina da Fonseca, classificado em primeiro lugar – com a idéia de desenvolver um site para organizar partidas de futebol – veio a Curitiba dessa vez para receber o prêmio de R$10 mil, revelou estar muito feliz com a vitória. “Agora é só colocar a mão na massa”, afirmou, ao informar que “o site já está quase pronto”. Já as segundas colocadas Vivian Escorsin e Ana Nisio, idealizadoras do projeto “Amora”, que irá produzir e comercializar cadernos artesanais, por meio de ações assistencialistas, receberam R$ 5 mil. Vivian agradeceu a oportunidade e disse que “concursos como esse são muito importantes no sentido de ajudar o desenvolvimento político e social do país, além de transformar idéias em um projeto real”.

Durski x Madero

Natural de Prudentópolis e filho de madeireiros,  o proprietário da rede de restaurantes Madero e do restaurante Durski, Luiz Renato Durski Júnior, falou aos convidados sobre  sua trajetória profissional. Formado em direito, mas sem encontrar vocação para dar continuidade à profissão, aos 22 anos acompanhou seu pai ao Mato Grosso e Rondônia, para entrar no ramo de importação e exportação de madeiras.

Após 15 anos fora de Curitiba, retornou em 1999 convicto de sua inclinação vocação para a cozinha, montando seu primeiro empreendimento, o restaurante Durski, especializado em comida típica polonesa e ucraniana. Em 2005 abriu a primeira unidade do Madero. O empresário contou que nos dois empreendimentos o início foi muito difícil, e que chegou a servir comida de graça aos amigos para que eles pudessem avaliar seus pratos.

Durski enfatizou que para o empreendimento decolar é necessário agregar experiência, ter bons parceiros, como também ser bem assessorado, finalizando com seu segredo: “Procuro fazer o melhor possível, dar o melhor de mim, entregar o que prometo e, acima de tudo, tratar bem meus funcionários e clientes”.

Estiveram também presentes ao evento Paulo Roberto Araújo Cruz, diretor da FAE, Gustavo de Paula, diretor da agência Solution e Ardisson Naim Akel, diretor-presidente da Junta Comercial do Paraná, além de dirigentes da ACP e empresários convidados.