Goura fala de seus planos para Curitiba

O candidato do PDT, deputado estadual Goura Nataraj, apresentou suas idéias e planos na Associação Comercial do Paraná, que vem recebendo os postulantes ao cargo de prefeito de Curitiba em uma série de sabatinas. O presidente Camilo Turmina, na abertura do encontro, falou das preocupações dos associados da entidade, destacando grandes desafios como as questões da moradia, mobilidade urbana e segurança pública.

Goura, que se apresentou como ativista da ciclomobilidade desde a juventude, destacou as vantagens que o uso da bicicleta proporciona às pessoas e à comunidade, com “benefícios para a economia, a saúde e ao meio ambiente”. Há estudos, segundo ele, que demonstram impactos positivos inclusive para o sistema público de saúde. O candidato disse que pretende trazer para Curitiba ideias e projetos bem sucedidos em algumas grandes capitais europeias, como a “Cidade de 15 minutos”, programa que ajudou a reeleger a prefeita de Paris, Anne Hidalgo. O programa prevê uma cidade em que o cidadão levaria apenas 15 minutos de bicicleta ou a pé para chegar ao seu trabalho, casa e áreas de lazer.

Goura defende, paralelamente ao estímulo do comércio local, a expansão da malha cicloviária, lembrando que com R$ 35 milhões, é possível construir mil quilômetros de ciclofaixas.  O candidato disse que é preciso recolocar a questão da acessibilidade entre as demandas urgentes da cidade e que pretende implantar um plano municipal de calçadas priorizando áreas de acesso aos centros comerciais, transporte coletivo e parques de lazer.

“Quando você tem mais gente circulando nas ruas, a cidade fica mais segura e todos ganham – cidadãos e comerciantes”, lembrando que a implantação de binários sem estudos de impactos na vida no entorno está levando ao fechamento de estabelecimentos comerciais e ao esvaziamento das ruas. E assim toda a região no entorno fica mais insegura”, ressaltou.

O candidato defende a integração de Curitiba com os municípios da região metropolitana em todas as políticas públicas, de mobilidade a abastecimento de água e destinação do lixo. Para além da RM, defende ampla integração também com os municípios do Litoral, como a metrópole de uma grande área de exploração turística entre o norte de Santa Catarina e o Sul de São Paulo, “para o desenvolvimento de inúmeras atividades, entre elas o cicloturismo, um forte impulsionador da economia local”.

Para o candidato, “é possível promover o adensamento em áreas menos distantes do centro em vez de expulsar as pessoas para a periferia”. Também defendeu a diversificação dos modais de transporte coletivo, “tornando-o mais atraente e mais barato” e rever o modelo de remuneração das empresas, que passariam a receber por km rodado e não por passageiros transportados.

Goura esteve na ACP acompanhado da candidata a vice, Ana Moro.

Os candidatos participantes recebem um documento com a síntese de reivindicações e preocupações da ACP elaboradas a partir de consultas aos associados.