ACP | Associação Comercial do Paraná

Impostômetro chega a R$ 1 trilhão no primeiro dia da nova gestão

Presidente da ACP reivindica ações de políticos em prol da população

 O impostômetro instalado na fachada da ACP, que acompanha a marcha da arrecadação de tributos no Brasil pela União, Estados e municípios, chegou à marca de R$ 1 trilhão nesta terça-feira (12), no início da tarde. A data coincidiu com o início da gestão do novo presidente da entidade, Antônio Miguel Espolador, que enxerga o momento crítico da economia do país como impulso para continuar defendendo os interesses de seus associados e da população. Historicamente a entidade tem lutado pelas reformas tributária, política e trabalhista.

Com 15 dias de antecedência em relação a 2013, o dispositivo eletrônico alcançou  quantia impactante sobre a economia. “Temos uma demanda exacerbada de impostos sem que haja contrapartida relevante em saúde, segurança e moradia, entre outros setores. O momento é de conscientização para que os políticos se preocupem menos em formar parcerias partidárias que beneficiam somente aos próprios candidatos, para pensar em projetos bem elaborados e realmente efetivos que realmente beneficiem a população”, afirmou Espolador.

A arrecadação histórica brasileira sempre girou em torno 30%, porém o índice está atualmente alcançando os 40%. “O ideal é que trabalhássemos com um teto previamente definido de impostos, porque além do crescimento descontrolado destes tributos, recentemente a implantação da substituição tributária foi outra medida onerosa para a classe empresarial”, advertiu.