ACP | Associação Comercial do Paraná

Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca

A prometida faxina no calçadão da Rua XV de Novembro começou no final da noite desta terça-feira (31), exatamente em frente à sede da Associação Comercial do Paraná (ACP), com a presença do prefeito Rafael Greca e secretários municipais. Este é apenas o início de um grande processo de limpeza que se estenderá por toda a área central, informou o prefeito, que foi recepcionado pelo coordenador do Centro Vivo da ACP, Camilo Turmina, vice-presidentes e pelo ex-presidente da entidade, Jonel Chede e associados.

Turmina enalteceu a parceria da entidade com a prefeitura de Curitiba, destacando que a revitalização do centro de Curitiba está entre as ações defendidas pela ACP. “Junto com a prefeitura, vamos retomar com força o combate à pichação e reforçar a segurança da região. Precisamos recuperar a área central de Curitiba para o comércio, moradores e também como espaço turístico de nossa cidade”.

Cerca de 40 funcionários da prefeitura participaram da limpeza da rua, desde a  Presidente Farias até a Praça Osório, trabalho que se estendeu pela madrugada, com a utilização de uma retrovarredeira e dois caminhões pipa. Antes do início da limpeza, uma equipe da Fundação de Ação Social (FAS) orientou os moradores de rua. O prefeito informou que limpezas serão feitas em seguida em todos os calçadões do centro, começando pela Travessa Jesuíno Marcondes, Comendador e Barão do Rio Branco, e que a ação será permanente.

História

Fundador do Projeto Centro Vivo da ACP, que busca revitalização da área central de Curitiba, Jonel Chede, discursou durante a recepção ao prefeito Rafael Greca e descreveu a trajetória dos projetos de melhorias urbanísticas no centro de Curitiba. Confira na íntegra abaixo.

Sensibilizando, outorgou-me o presidente Gláucio Geara, a honrada incumbência, de proferir esta saudação. Sei fruto, maior, da amizade que nos faz unidos, próximos e elevados, parceiros da gestão prefeito Greca e ACP.
Momento este que soma minhas emoções, fruto de ações realizadas em época anterior do Projeto Centro Vivo, iniciado pela revitalização da Rua XV, em época profícua, cristalina, fértil parceria entre o ente oficial e público municipal, acerto à fio do bigode, que perdura desde o então Prefeito, hoje governador Beto Richa, a recuperação e animação da área central de nossa capital.
As realizações do passado, neste ato revitalizadas pelo nosso prefeito recém-eleito, revive o Projeto Centro Vivo, ao longo do eixo principal da Rua XV de Novembro, com visíveis reflexos em seu entorno.
Bom é recordar os feitos do passado, que consolida o presente, projetando melhor futuro. Testemunho a certeza, pela vossa promessa de campanha, prefeito Greca, começando pela lavagem do sempre copiado e admirado calçadão, que de nome homenageia a instalação da atual República do Brasil.
Entendemos, que importante é a prática, de um conceito: mudanças substantivas na vida de uma cidade são possíveis quando os cidadãos as pedem, festejam e endossam, respeitando seus valores de origem cultural e econômicas. A ideia lançada surtiu efeito, e ora fertiliza-se em árvore frondosa, que apoia emblemática, vossa vontade política de iniciar e construir nova etapa, há poucos decorridos dias de vossa posse. Fato inédito, pois trilha vossa excelência por bem calçada formação política, familiar, humana e religiosa, em prol de um público de 140mil pessoas, que passam por dia, em uma via que é o grande shopping à céu aberto de Curitiba, valorizando-as e tornando-as importantes, hospedando estabelecimentos de comércio e de serviços conceituados, em um sítio delineado do centro, e grande atração turística.
Experiência vitoriosa que resgata valores históricos da região, fruto de planejamentos anteriores, em sequência compatíveis em novas etapas de vida urbanística, sempre inadiáveis pela velocidade de nosso progresso.

Recordando a substancial transformação de Curitiba pelo plano Agache da década dos anos 40, com a ordenação do espaço urbano de Curitiba; projetou com visão seu futuro, até novos tempos, mercê sempre, em novas etapas projetadas serem realizadas.
A competência da IPPUC, considerada a nossa Sorbone, muito contribuiu para o sucesso do Centro Vivo. Instituto de planejamento, que é necessário voltar ao que fazia de profícuo, renovando-se orientador seguro, competente e veloz, para o planejamento de nossa Curitiba.
Nunca esqueço, que em percorridos a pé, ao longo da Rua XV, em avaliações do presente e do futuro, recorríamos ao passado, nos limites desse espaço diametral, lembrando: a fundação da nossa UFPR – lª Universidade do Brasil, dos Correios ainda com telégrafos; da ACP. e do seu fundador Barão do Serro Azul, Posto telefônico, e por Via Radional, Casa da Manteiga, Loja Roskamp, Cafes Alvorada que também serviam mate gelado batido, Casa Esmalte, Joalheria Perola, Joalheria Kop, Farmácia Minerva Colombo, Casa dos Discos, Casa de apostas do Jóquei Clube, Sede do Clube Curitibano e do Clube Sírio Libanês, Atacado de tecidos da família Abreu, Louvre (majestoso e revigorado magazine).

Banco do Estado do Paraná, Banco de Londres, Banco Comercial do Paraná, Confeitaria das Famílias que se faz presente e famosa, Lojas IKA, Loja das Meias, Casa Londres, Casa Hilú, Calçados Camelo, Calçados Klark, no alto do edifício Tijucas, o maior em sua época, os estúdios e a monumental antena de transmissão do pioneiro Canal 12, do sul do Brasil; Lojas Tarobá, Restaurante Iguaçu, cines Avenida, Palácio, Odeon e Opera, em área antes chamadas de Cinelândia, hoje é a “boca-maldita”; Casa do Estudante, Confeitaria Guairacá, somente para homens, permitida entrada; Bar Triangulo, que há 83 anos, desde 1934, triunfa parceiro com o vizinho, Bar Mignon fundado em 1925, na XV desde 1946, em parceria profícua, resistem altaneiros, no mercado do cachorro quente e afins, acompanhando o crescente progresso, dignos de participarem do livro Guiness de recordes, pelo numero de voltas ao redor (medidas as vinas), do mundo; Bar Coimbra, Bar Cometa que permaneciam abertos até nossas frias madrugadas; Joalherias Aristides e Boiko, lojas da família Tacla, e tantas outras.

Importante, ao finalizar a Joalheria Camilo Turmina, que há 35 anos exerce profícua existência em local privelegiado da Rua XV. Camilo Turmina, companheiro de grandes lutas, soma muitas virtudes como competente e experiente empresário, líder comunitário, vice-presidente da ACP – ora em exercício como Presidente, é atual gestor do Centro Vivo, apto em elevar, braço forte de nossa Casa, consolidando histórica parceria com prefeito Rafael Greca.

Vimos também o Majestoso prédio da família Merhy, que hospedou a sede nacional do nosso Bamerindus, de saudosa memória, mas de duvidosa intervenção; passou para HSBC – que foi maior parceiro financeiro do Centro Vivo, hoje é Bradesco, que tem que participar como parceiro, pois adquiriu novo marco no centro, que vai beneficiá-lo.

Muito mais e mais poderíamos recordar. Não esquecendo a colaboração do Canal 12 entre 2004/2006 e Gazeta do Povo, que proporcionou-nos, como grande alavanca, mídia espontânea de 1,5 milhões de reais, da Fiat Automóveis, que nos doou seis veículos para premiações em datas festivas o ultimo veiculo pela melhor frase sobre a “boca maldita”, com quase 600.000 participações, julgadas pela nossa UFPR.

Permitam-me, todos os condôminos do Centro Vivo, como seu ex-síndico, saudar-lhes pelo seu entusiasmo e apoio decisivo, incomparável companheiro de luta cotidiana, sempre pronto e presente, através da pessoa do Sr. Jaques Rigler; apelidados pelo IPPUC, de dupla Cosme e Damião; também saudar, entre tantos colaboradores, o responsável pela lavagem da Rua XV, realizada por duas anteriores vezes, devida, a liderança do Sr. Adonai Aires e Arruda, que realizou excelente coordenação, feito inédito, cuja ideia hoje perpetua-se, repete-se e simboliza a renovação de Curitiba.

Consolidado o projeto, entre 2004/2005/2006, começou em 1998, em gestão quando presidia a ACP, repetindo as palavras gravadas do renomado Jornalista Gilberto Dimenstein; quando aqui esteve, à nosso convite, que escreveu: “ficou a lição de que o morador respeita e cuida do espaço urbano a partir do momento em que este espaço supre suas necessidades. O que vocês estão discutindo com o Centro Vivo não é somente a cidade, mas sim as relações entre membros da sociedade”.
A premiação de âmbito nacional, desse Projeto por duasvezes, pela Escola Superior da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, entre 117 projetos de outras capitais e cidades, em solenidade na Capital paulista e dezenas de premiações e pedidos de palestras, em São Paulo, Rio de Janeiro e cidades polos do Paraná, notadamente em Cascavel.

Permitindo-me, faço a entrega de material gráfico que contem as realizações do projeto, em sua primeira edição, com a certeza, que sob Vossa liderança, prefeito Greca com objetivo de amar Curitiba, ela volte a sorrir. Em nova edição que se inicia, em primeira pagina, formará novo compendio de realizações, mercê Vossos feitos, que aqui começam.
Vemos necessário, manter firmes marcas curitibanas, aquelas que ainda nos restam, profícuas que são poucas. Elas consagram, a nossa verdadeira identidade, pelo que é a cidade, que vivemos e desfrutamos.

A permanência do Projeto Centro Vivo, é um resgate àqueles, que nos deixam em perene memória, suas realizações.
Muitíssimo agradeço, com esperanças redobradas, pois serão fáticas as ações desse evento, que simboliza inovação Curitibana, mercê gestão atual e do experiente Prefeito Rafael Greca, é amigo como todas e todos que prestigiam este evento, e o farão sempre.
Jonel Chede – em 31/01/2017

Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca
Limpeza da XV começa em frente à ACP com a presença de Greca