ACP | Associação Comercial do Paraná

Manifestação pública

A Associação Comercial do Paraná (ACP), interpretando o sentimento de milhares de empresários do setor produtivo e da sociedade em geral, vem manifestar sua profunda preocupação com as dificuldades causadas à população de Curitiba e Região Metropolitana, com a paralisação dos serviços de transporte coletivo urbano. Os prejuízos são enormes mesmo com um possível retorno à normalidade nesta terça-feira.

A recusa do Sindicato da categoria de atender a determinação judicial quanto à circulação de frota mínima atinge diretamente em torno de 2 milhões de usuários e fere os interesses de toda a sociedade. Não é aceitável que uma categoria possa paralisar a  cidade inteira. É preciso que sindicatos e trabalhadores ajam com responsabilidade e espírito público para ganhar o apoio da população.

São palpáveis os prejuízos financeiros para elevado número de indústrias, lojas e estabelecimentos de prestação de serviços, quadro que será sobremaneira agravado para aqueles que sequer puderam contar com o número mínimo de funcionários para abrir as portas.

Diante disso, a ACP apela à responsabilidade civil dos setores envolvidos – Governo do Estado, Prefeitura de Curitiba, Tribunal Regional do Trabalho e sindicatos de empresários e trabalhadores do sistema.  

O que se torna inconcebível num momento crítico como o que se observa, é o risco de aumentar ainda mais o sofrimento imerecido por parte da população.

 

Curitiba, 27 de janeiro de 2015

Antonio Miguel Espolador Neto

Presidente