ACP | Associação Comercial do Paraná

Namorados deram menos presentes, mas pagaram à vista

Queda real das vendas corrigida pela inflação foi de 13% em relação ao ano passado

 

O comércio curitibano apresentou a queda nominal de 4% nas vendas motivadas pelo Dia dos Namorados em comparação com o mesmo período do ano passado, registrando queda real de 13% corrigida pela inflação acumulada de 8,34%.

O Instituto Datacenso pesquisou entre os dias 15 e 18 últimos atendendo interesse da Associação Comercial do Paraná (ACP), realizando entrevistas com 200 comerciantes distribuídos de forma proporcional ao ramo de atividades e 200 consumidores segundo gênero, idade e renda mensal. No ano passado a queda nominal das vendas havia sido de 1% em relação a 2013.

Para os comerciantes (52% venderam menos, 33% empataram com o ano passado e 15% venderam mais), a queda de vendas é explicada principalmente pela crise econômica que comprime a intenção de compra por parte do consumidor, afugentado pela elevação dos preços das mercadorias. O consumidor médio está na faixa etária de 18 a 35 anos e tem renda familiar mensal entre R$ 1.245,00 e R$ 6.220,00.

A maioria dos comerciantes (65%) preparou algum tipo de promoção especial para alavancar as vendas, tais como descontos para pagamento à vista, pague um leve dois, sorteio de prêmios e distribuição de brindes.

Roupas (32%), perfumes (25%), chocolates/flores (21%), calçados (6%) e joias/relógios (5%), entre outros itens, foram os mais procurados pelos consumidores que mais uma vez deram preferência aos presentes tradicionais. Segundo a pesquisa Datacenso o valor médio gasto pelos namorados foi de R$ 118,00, com queda de 24% na comparação com o ano passado, quando chegou a R$ 156,00.

Segundo o economista Claudio Shimoyama, CEO do Datacenso Pesquisa “com a correção do valor de compra do ano passado pela inflação, a queda real do valor gasto esse ano foi de 30%”. Além disso, informou que “a pesquisa mostrou tendência de queda da atividade de comércio no decorrer de 2015, em que nem as datas comemorativas apresentam bom desempenho”.

O consumidor curitibano está comprando menos e preferindo pagar à vista com cartões de crédito, débito ou dinheiro vivo, opção escolhida por 73% dos que deram presentes no último Dia dos Namorados.