NOTA À POPULAÇÃO – REABERTURA DOS SHOPPING CENTERS

A Associação Comercial do Paraná agradece a receptividade do governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Jr. e do prefeito de Curitiba, Rafael Greca, em atender ao pedido de nossa entidade no sentido da permissão para reabertura dos shopping centers da capital paranaense.

Entendemos que a preocupação com a saúde da população é a prioridade dos governantes, mas não podemos deixar de ressaltar que os shopping centers encontram-se fechados há mais de 50 dias, gerando prejuízos enormes a uma grande quantidade de empresários e que esses prejuízos podem se transformar em fechamento definitivo de estabelecimentos comerciais e desemprego generalizado.

A exemplo do comércio de rua de Curitiba, reaberto há mais de um mês, serão seguidas as normas estabelecidas de distanciamento social, cuidados com a higiene pessoal, com o uso de álcool em gel e de máscaras de proteção. Consideramos que não haverá aglomerações com a retomada da atividade econômica, visto que o comércio de rua reaberto desde 17 de abril, tem tido um movimento de cerca de 30% do normal.

Informamos a todos também que os shopping centers funcionarão das 12h às 20h e o comércio de rua das 10h às 17h, como forma de evitar o acúmulo de passageiros no transporte coletivo nos horários de pico. Continuamos demonstrando nossa preocupação com a lotação dos ônibus do transporte coletivo nos horários de pico, algo que se manteve mesmo com o comércio fechado. Recomendamos que a Urbs e a Comec utilizem os ônibus de turismo e as vans escolares para reforço da frota, uma vez que estes setores também se encontram praticamente sem atividade ou até mesmo dos motoristas de aplicativos, que também andam com demanda reduzida.

Não incentivamos a ‘corrida’ aos shopping centers, que nas cidades onde já funcionam, demonstraram uma mudança de comportamento do consumidor, que agora tem uma permanência média de cerca de 30 a 40 minutos, contra 2h30 em tempos normais.  Nas seis cidades paranaenses onde os shopping centers já estavam abertos, tem havido uma redução de 70% no número de consumidores. Sabemos que a situação para o comércio é preocupante com a queda de consumo, mas a reabertura era necessária para não encerrarmos definitivamente as atividades de um grande número de micro e pequenos comércios.

Ao consumidor recomendamos que continue no isolamento que faz de Curitiba uma das cidades do país menos atingidas pelo surto da Covid-19 e que faça suas consultas pela internet e telefone, dirigindo-se aos estabelecimentos apenas para receber o produto que deseja,sempre respeitando os protocolos de saúde.

Em breve tudo voltará ao normal e precisamos chegar lá com saúde.

Camilo Turmina

Presidente da Associação Comercial do Paraná