ACP | Associação Comercial do Paraná

Número de novas empresas cai 3,8% no 2º trimestre,  segundo Boa Vista SCPC

É a primeira queda para o trimestre desde o início da série histórica, em 2003

No 2º trimestre de 2017 o número de novas empresas caiu 3,8% em relação ao trimestre anterior, segundo levantamento da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) divulgado pela Associação Comercial do paraná (ACP), com abrangência nacional. Assim, o resultado configura a primeira queda para esse trimestre desde o início da série histórica (2003). Ainda assim, os valores acumulados no semestre mantiveram números positivos, porém desacelerando 2 p.p. – passaram de um nível de 8,3% para atuais 6,3%.

Forma jurídica

Na classificação por forma jurídica, a variação acumulada no ano (semestre) mostrou que as MEIs (Microempreendedor Individual) continuam com papel de destaque, crescendo 11,3% frente ao mesmo período do ano anterior, enquanto as Microempresas (MEs) apresentaram pequena alta de 1,0%. Já os demais tipos de empresa caíram 23,4%, mantida a base de comparação.

Na análise interanual (2° tri de 2017 frente ao 2º tri de 2016), as MEIs aumentaram 10,3%, enquanto as MEs caíram 3,4%. As demais formas jurídicas recuaram 26,6%, respectivamente.
Já em termos de composição jurídica, no resultado acumulado do ano as MEIs representam 76,8%, enquanto as MEs participam com 16,4% do total. Já as demais categorias de empresas correspondem a um percentual de 6,9% dos casos.

Setores
Quando analisada a composição das novas empresas por setores, o levantamento mostrou que o setor de Serviços perdeu um pouco da representatividade, passando de 56,3% no acumulado do 1º semestre de 2016 para atuais 56,0%. O Comércio, por sua vez, voltou a ganhar espaço, ao passar de 32,8% para 34,7% do total. Já o setor Industrial também diminuiu sua participação, passando de 10,3% para 8,6% no período, enquanto o setor Rural cresceu timidamente, 0,1 p.p., com atuais 0,7% do total de empresas.

Regiões
As regiões Centro-Oeste e Sul foram as que mais obtiveram crescimento no número de novas empresas no 1º semestre. Em comparação com mesmo período de 2016, as regiões registraram alta de 11,2% e 9,8% respectivamente, conforme gráfico 4. As demais regiões apresentaram menores elevações no período: Norte (9,3%), Nordeste (2,2%) e Sudeste (5,4%).

Metodologia

O levantamento foi realizado pela Boa Vista SCPC a partir das novas empresas registradas na Receita Federal, considerando todo o território nacional.

SOBRE A BOA VISTA SCPC

A Boa Vista SCPC é a gigante do segmento de inteligência analítica sobre consumidores e empresas.

Com mais de 60 anos de atuação e reconhecimento nos serviços prestados, desde a origem do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), é referência em soluções de crédito, score, marketing, gestão de riscos e fraudes, certificação digital entre outros serviços que estimulam a rentabilidade das empresas.

Um dos grandes diferenciais da Boa Vista SCPC é a transformação de dados de pessoas físicas e jurídicas em informações inteligentes para o mercado. Para isso, combina tecnologia e inovação, criando soluções analíticas que dão segurança nas avaliações de crédito e decisões de negócios.

A Boa Vista é pioneira em iniciativas marcantes para o consumidor brasileiro. Entre elas se destacam as campanhas de renegociação de dívidas, a autoconsulta gratuita de CPF pela internet e o monitoramento para proteção a fraudes. Além disso, a Boa Vista também inovou ao informar o score, uma pontuação que permite avaliar se o consumidor é ou não um bom pagador, hoje, disponível gratuitamente pela internet em www.consumidorpositivo.com.br.

A Boa Vista SCPC é precursora do Cadastro Positivo, que apresenta às empresas credoras o histórico de pagamentos honrados pelos consumidores, aumentando suas chances de conseguirem crédito no mercado.

Todas essas inovações reforçam a liderança da Boa Vista em serviços ao consumidor e em ser a parceira ideal nas decisões de negócios e em todo o ciclo de crédito.