Presidente da ACP chama atenção para a responsabilidade individual no controle da pandemia

O presidente da Associação Comercial do Paraná, Camilo Turmina,  defende que o poder público (municipal e estadual) intensifique as campanhas de alerta à população para que sejam mantidos os cuidados contra a transmissão do coronavirus. “É preciso alertar as pessoas que as medidas de prevenção devem continuar e que a responsabilidade é de um cada um de nós”, comentou o dirigente.

Turmina observou que o comércio considerado não essencial vem seguindo as determinações das autoridades para o cumprimento das normas sanitárias, tanto nas orientações de distanciamento quanto de higienização e que é muito fácil constatar que não há aglomerações nesses locais.

“As pessoas mudaram seus hábitos, não estão mais ‘passeando’ pelo comércio. Entram e compram com rapidez. Além disso, o comércio não essencial está longe de atingir o movimento pré-pandemia”, lembrou, destacando ainda a segurança nos shopping centers, onde é possível obedecer a um distanciamento rigoroso.

Para o dirigente, este é um momento de se chamar a atenção para a responsabilidade de cada um no controle da pandemia. “Não é hora ainda, por exemplo, de se fazer festas e grandes ajuntamentos familiares e de amigos. Bares e restaurantes estão obedecendo as regras de distanciamento, mas sofrem com a indisciplina de muitas pessoas, que se aglomeram de forma descuidada”.

Outro alerta é para a vigilância quanto ao uso de máscaras, que é obrigatória inclusive em espaços públicos abertos,  parques e praças.

“Já está provado que lockdown e medidas radicais de confinamento não funcionam. Se teremos que conviver com o vírus ainda durante algum tempo, temos que ter responsabilidade individual cidadã, além de diálogo entre poder público e sociedade”, finalizou o dirigente da ACP.