ACP | Associação Comercial do Paraná

Presidente do Ipardes fala sobre economia na ACP

Na tarde desta segunda (14), o coordenador do Conselho de Economia e Finanças da ACP, Antoninho Caron, promoveu, entre seus conselheiros e convidados, reunião para discutir o desempenho da economia paranaense e nacional. Os dados relativos ao tema foram apresentados pelo presidente do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), Júlio Suzuki Júnior.

Para o economista, a crise iniciada em 2010 pela qual o país ainda atravessa, com desemprego atingindo a marca recorde de 14 milhões de pessoas no Brasil, foi resultado de um “modelo de desenvolvimento baseado no consumo”, proposto pelos governos de Lula e Dilma Roussef (PT) entre 2003 e 2014.

De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), até 2016 o país já contabilizava uma dívida de 70,5 % Produto Interno Bruto  (PIB), segundo Suzuki, endividamento agravado pelo programa Minha Casa, Minha Vida. “Com isso, estourou a bolha do consumo no país, gerando o endividamento das famílias que agora necessitam do aumento da renda para que possam voltar a consumir e assim fazer o país sair da crise”, descreveu Júlio. Hoje 85% do PIB são provenientes do consumo.

“Apesar de o Brasil ainda estar no vermelho, o Paraná está mais veloz em direção à recuperação econômica, muito impulsionado pelo efeito multiplicador no agronegócio”, disse otimista.

Presidente do Ipardes fala sobre economia na ACP
Presidente do Ipardes fala sobre economia na ACP
Presidente do Ipardes fala sobre economia na ACP
Presidente do Ipardes fala sobre economia na ACP