Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP

Na sequência da série de sabatinas com candidatos a prefeito, a Associação Comercial do Paraná recebeu o Professor Mocellin, do PV, na manhã desta quinta-feira 15/10, em encontro transmitido pelas redes sociais. Participam como apoiadores da iniciativa o Movimento Pró Paraná, Instituto de Engenharia do Paraná, Instituto Democracia e Liberdade, Sindicato das Agências de Propaganda e Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação.

O presidente da ACP, Camilo Turmina, na abertura do encontro apontou uma série de questões que preocupam a entidade, como a segurança pública, moradores de rua e o transporte público, “que já foi bom, referência para outras grandes cidades, mas que hoje está defasado”.

Mocellin declarou-se a favor da alternância de poder e contra a reeleição. “O patrimonialismo é um mal na política que precisa ser combatido. A pessoa ganha uma eleição e de imediato começa o loteamento de cargos”. O candidato também falou em “tornar Curitiba uma cidade mais inclusiva e associar as questões sociais com as questões econômicas. Propomos uma gestão democrática, ouvindo as entidades representativas, os movimentos sociais e a sociedade civil organizada com um todo”.

O candidato defende o que chamou na sabatina de “oxigenação” do Ippuc (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba). “O Ippuc deu contribuições valiosas que transformaram Curitiba em cidade modelo. Mas padrões foram fossilizados e ele precisa ser oxigenado. Soluções dos anos 70 não servem mais”. Sobre moradores de rua, disse que o problema “extrapola as poderes do prefeito e que não existem soluções mágicas. Mas com apoio da iniciativa privada é possível minimizar o problema, dando a essas pessoas treinamento profissional, tratamento psicológico e tratamento para drogadição”.

A programação de sabatinas segue neste dia 15/10, às 17h, com Goura, do Partido Democrático Trabalhista; 20/10, às 9h, Marisa Lobo, do Avante;  20/10, às 17h, Fernando Francischini, do Partido Social Liberal; 22/10, às 9h, Camila Lanes, do Partido Comunista do Brasil; 22/10, às 17h, Caroline Arns, do Podemos; 27/10, às 9h, João Arruda, do Movimento Democrático Brasileiro; 29/10, às 9h, Letícia Lanz, do Partido Socialismo e Liberdade; e 29/10, às 17h30, Rafael Greca, do Democratas.

Os candidatos participantes recebem um documento com a síntese de reivindicações e preocupações da ACP elaboradas a partir de consultas aos associados.

Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP
Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP
Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP
Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP
Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP
Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP
Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP
Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP
Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP
Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP
Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP
Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP
Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP
Professor Mocellin, do Partido Verde, na ACP