Sabatina com Camila Lanes

A candidata do PCB do B, Camila Lanes, 24 anos, líder estudantil, estudante de letras, foi recebida na Associação Comercial do Paraná para apresentação de suas propostas de governo, na sequência da série de sabatinas com os postulantes à prefeitura de Curitiba. Camila disse que pretende manter diálogo com todos os setores da sociedade e que trabalhará para que Curitiba continue sendo uma cidade referência “com mais inclusão social”.

“O diálogo será fundamental no sentido de encontramos saídas à crise gerada pela pandemia do coronavirus. Sabemos que a pandemia não vai acabar tão cedo. Terá que haver um grande entendimento para o controle da pandemia e só após a economia poderá se recuperar plenamente”, destacou. Uma de suas prioridades será a educação, “pois esta é a base para o desenvolvimento econômico. O ensino público deve ter a mesma qualidade do ensino privado e isso precisa ser prioridade para o governante”.

Sobre a questão da moradia, seu plano de governo prevê a criação de uma secretaria municipal de habitação. “Sei que nada pode ser feito da noite parta o dia, mas com diálogo e parcerias Curitiba pode se tornar também referência em habitação”. Camila anunciou que pretende criar também a Secretaria da Mulher e que pretende “instituir políticas afirmativas para os mais necessitados e excluídos”.

A programação de sabatinas segue 22/10, às 17h, Caroline Arns, do Podemos; 27/10, às 9h, João Arruda, do Movimento Democrático Brasileiro; 27/10 às 17h30, Rafael Greca, do DEM; 29/10, às 9h, Letícia Lanz, do Partido Socialismo e Liberdade.

Os candidatos participantes recebem um documento com a síntese de reivindicações e preocupações da ACP elaboradas a partir de consultas aos associados.